Konrad Witz – A ANUNCIAÇÃO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

O pintor Konrad Witz (1400 – 1445) nasceu como alemão, mas morreu como cidadão suíço, embora os dois países ainda o disputem como filho. Tanto pode ser encontrado como um “mestre da pintura alemã” ou como o “principal nome da escola suíça”. Seu nome aparece pela primeira vez em 1434, ao ser aceito pela guilda de pintores de Basileia, tendo se tornado cidadão daquela cidade no ano seguinte. Foi contemporâneo de Masaccio e Jan van Eyck. Suas figuras esculpidas e o seu interesse pela perspectiva e pelo realismo da paisagem de fundo tornam-no, ao lado dos contemporâneos citados, um dos nomes importantes da nova arte.

A composição religiosa intitulada A Anunciação é uma obra do artista que, mesmo vivendo na difícil época medieval, foi capaz de enfrentar os preconceitos de então. Trata-se de um painel de Nuremberg que faz parte de um retábulo dedicado à Virgem Maria, mas do qual não se encontra nenhum documento. O anjo apresenta-se à Virgem para anunciar-lhe que fora escolhida como a mãe do Salvador.

A cena acontece num quarto humilde de uma casa modesta, sem mobília e que traz a janela aberta. A Virgem encontra-se em oração num cômodo rústico e vazio . Traz nas mãos um grande livro de capa vermelha e volta seu olhar para baixo, com a entrada do anjo, como se tivesse pressentido sua chegada. A parede ao fundo mostra painéis e caixilhos de madeira. Vemos também traves, vigas, encaixes, junturas e pregos. Não há qualquer traço do subjetivismo fantástico.

A simplicidade da anunciação de Konraz Witz distancia-a das italianas – quase sempre majestosas – e das elegantes anunciações flamengas. Mesmo vivendo numa época em que os seres divinos (anjos, arcanjos, santos e santas) deveriam ser mostrados luxuosamente vestidos em ouro e no esplendor da glória, o artista ousou representar a Virgem como uma plebeia, uma pessoa comum.

Ficha técnica
Ano: c.1440
Técnica: tempera sobre madeira
Dimensões: 157 x 120 cm
Localização: Germanisches Nationalmuseum, Nuremberga

Fontes de pesquisa
Gênios da pintura/ Abril Cultural
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *