Mantegna – SÃO TIAGO A CAMINHO DA EXECUÇÃO
Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

Saticae

A composição denominada São Tiago a Caminho de sua Execução, obra do artista italiano Andrea Mantegna, faz parte de uma série sobre São Tiago pintada para uma igreja de Pádua, mas tendo a sua maior parte destruída durante a Segunda Guerra Mundial, inclusive esta, deixando o mundo de contemplar grandes obras de arte desse importante artista. A composição acima mostra São Tiago sendo levado para o local em que seria executado.

O pintor preocupava-se com a realidade da cena pintada. Para isso,  ele estudava a vida do representado. Tinha conhecimento, nesse caso, de que São Tiago vivera na época dos imperadores romanos, sendo, portanto, necessário criar a cena como ela deveria ter acontecido naquela época. Começou estudando os monumentos clássicos daqueles tempos, como podemos notar através da porta da cidade, executada como um arco triunfal romano. Os soldados que o escoltam vestem roupas e usam armaduras de legionários romanos.

São Tiago é conduzido por uma forte escolta que para por um momento, porque um dos perseguidores do santo arrepende-se e joga-se a seus pés, pedindo a sua bênção. O santo vira-se para ele e abençoa-o, enquanto um dos soldados, atrás do arrependido, mostra-se surpreso, fazendo um gesto com a mão. A curvatura do arco enquadra esta cena, colocando-a em destaque e separando-a da multidão que a assiste e que é empurrada por um dos soldados.

 O pintor busca retratar com detalhes a escultura antiga, apresentando a arte romana em sua grandeza e simplicidade. As figuras são esculturais. A nova arte da perspectiva é aqui utilizada na criação do palco, onde as figuras de sua composição mostram-se como indivíduos sólidos, como se pudéssemos tocá-los. Repassam-nos a ilusão de que estão a movimentar-se.

Mantegna é um narrador tão talentoso que permite ao observador entender o que ali está se passando: a) um dos perseguidores do santo, arrependido, joga-se a seus pés, fazendo com que a escolta pare; b) São Tiago volta-se para ele e o abençoa; c) os soldados romanos acompanham a cena e um deles se mostra surpreso; d) a curvatura do arco separa a escolta armada do povo que a tudo acompanha, sendo inclusive empurrado por um soldado.

Ficha técnica
Ano: c. 1455
Técnica: afresco (destruído)
Localização: antiga igreja dos Ermitãos, Pádua, Itália

Fontes de pesquisa
A história da arte/ E.H. Gombrich

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *