Mestres da Pintura – JAN STEEN
Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

O pintor holandês Jan Steen (c.1625-1679) era filho de uma família católica rica. Seu pai era cervejeiro em Leiden.  Estudou com o mestre alemão Nicolaes Knüpfer (pintor de cenas históricas e figurativas) em Utrecht, com Adriaen van Ostade (especializado em retratar cenas bucólicas) em Harlem e com Jan van Goyen (famoso por suas paisagens) em Haia. Casou-se com Margaretha van Goyen, filha do último mestre, e com ela teve oito filhos. Com a morte de Margaretha, ele se casou com Maria van Egmont, com quem teve mais um filho. Fez parte da Guilda de São Lucas de Leiden

Jan Steen é tido como um dos mais importantes pintores holandeses do século XVII. Sua obra é vasta e variada, na qual estão inclusos trabalhos narrativos, alegóricos, paisagens — apesar de poucas — e retratos, também poucos. O seu gênero predileto eram as pinturas de gênero. É visto como um grande observador das cenas do cotidiano e o mais vivaz dentre os grandes pintores holandeses de interiores. A vida cotidiana foi um de seus principais temas.

Dono de um imenso legado, Jan Steen realizou cerca de 800 pinturas. Suas composições de cenas de gênero eram retiradas da vida popular: casamentos, batizados, bebedeiras, feiras, etc., sempre tratando as fraquezas humanas com grande humor. Muitas das cenas retratadas por ele eram tão animadas que pareciam desorganizadas. Usou membros de sua família como modelos e a si próprio, não demonstrando possuir nenhuma vaidade. Embora não tenha tido nenhum discípulo, seu trabalho foi fonte de inspiração para muitos artistas que o sucederam.

Fontes de pesquisa
1000 obras-primas da pintura europeia/ Konemann
Obras-primas da pintura ocidental/ Taschen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *