AS CORES NA DECORAÇÃO DE UM AMBIENTE

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

ascor

É fascinante a influência que as cores exercem em nossa vida, pois elas são um elemento indissociável do nosso cotidiano. Cada vez mais, as pessoas buscam conhecer a importância das cores, principalmente no ambiente em que vivem. Portanto, conheçam mais um pouquinho sobre a autoridade que exercem estas meninas, ao decorar seu cantinho.

A cor é percebida através da visão. Esta percepção é fundamental para a composição de um ambiente. A cor ou tom é resultante da existência da luz. Se não houvesse luz, não haveria as cores, à exceção do preto que significa a ausência de luz, enquanto o branco resulta de algo que reflete toda a luz. A cor-pigmento é a substância usada para imitar os fenômenos da cor-luz. As cores podem ser extraídas da natureza através de materiais de origem vegetal, animal ou mineral. De sua mistura, através de processos industriais, surge o pigmento.

Por influenciar o comportamento humano, as cores devem ser usadas com equilíbrio, tanto no revestimento das paredes quanto na decoração. Por isso, é necessário que a pessoa, ao decorar um ambiente, primeiro escolha seu ponto de partida, para fazer uso, com harmonia, de esquemas cromáticos (o conjunto de cores utilizado em um ambiente). Ela deve optar por partir de um dos dois pontos: arquitetura ou mobiliário.

Se a arquitetura é tomada como ponto inicial, primeiro são escolhidas as cores das paredes, para depois escolher os materiais usados na decoração (madeiras, tapetes, etc.). Se a escolha se dá a partir do mobiliário, as paredes deverão ser pintadas com cores neutras. De modo que os móveis e os demais objetos serão os responsáveis por dar um toque de personalidade ao ambiente, com tons quentes.

Na decoração de uma casa, as cores são importantes, pois expressam sensações que nos envolvem e fazem com que alteremos o nosso comportamento. Primeiro é preciso fazer distinção entre uma cor fria e uma cor quente. Pois cores frias e cores quentes devem ser bem dosadas de modo a equilibrar os estímulos.

A cor fria é aquela que ocupa, no espectro visível, a faixa que fica entre o verde e o violeta, além de toda a gama de cinzas. As cores frias são associadas à água, ao gelo, ao céu e às arvores. Transmitem uma sensação de frio e, ao contrário das quentes, acalmam e relaxam. São elas: o violeta, o azul e o verde.

A cor quente é a que ocupa, no espectro visível, a faixa compreendida entre o vermelho e o amarelo, além de toda a gama de marrons e ocres. As cores quentes são associadas ao sol e ao fogo. Transmitem uma sensação de calor, levando as pessoas a se sentirem mais alegres e com mais energia, pois são estimulantes. São elas: o amarelo, o laranja e o vermelho.

Algumas cores podem ser usadas em maior quantidade e outras não. De modo que é preciso conhecê-las, para aprender a usá-las com harmonia. Para compreender melhor o vasto leque de cores existentes, é preciso conhecer alguns tipos de cores fundamentais, que estão na base da existência de outras, tais como as cores primárias, as cores secundárias, as cores terciárias e as cores neutras, entre outras.

As cores primárias assim são chamadas por serem cores puras e independentes, que não podem ser decompostas: azul ticiano, vermelho magenta e amarelo primário. A mistura entre elas produz novas cores. A mistura das três cores primárias, ao mesmo tempo, resulta no preto.

As cores secundárias são as que se formam pela mistura de duas cores primárias em partes iguais: verde = azul + amarelo; laranja = amarelo + vermelho; violeta (ou púrpura) = azul + vermelho.

A cor terciária é aquela composta por uma cor primária e uma cor secundária. São ao todo seis cores: laranja = vermelho + amarelo; oliva = verde + amarelo; turquesa = verde + ciano; celeste = azul + ciano; violeta = azul + magenta; cor de rosa = vermelho + magenta.

As cores neutras são o branco, o preto e o cinzento. Assim são chamadas por sua origem. O branco é a soma de todas as cores. O preto é o oposto, significa a total ausência de cor, não derivando de cor alguma. O cinzento, ou os vários tons de cinzento, tem origem na mistura, em diferentes quantidades, do branco + o preto.

Obs.: Ao misturar uma das diversas cores com o branco, o resultado será sempre uma cor clara. O oposto acontece quando se mistura uma cor com o preto, pois o resultado será sempre uma cor escura.

 Abaixo algumas informações sobre as cores para uso em ambientes:

Amarelo – é a cor do estímulo e da criatividade, indicada para ambientes como escritórios e cantos de estudo. É uma cor bem-vinda, também, para bares e restaurantes, pois costuma despertar o apetite.

Azul – tem um efeito calmante. Seu excesso pode provocar sono. É uma cor indicada para pessoas muito agitadas e estressadas.

Branco – é uma cor que jamais compromete o ambiente.  Transmite uma grande percepção do espaço e passa uma sensação de limpeza e de claridade. Pode-se quebrar o excesso de branco com a disposição de móveis com tecidos coloridos, quadros ou outros objetos de decoração.

Laranja – seu uso deve ser moderado. Estimula os sentidos da criatividade e da comunicação. É uma cor muito usada em negócios voltados para área de alimentação.

Marfim – é uma variação do branco para o amarelo, assim como palha ou pastel. É um tom neutro, que pode ser utilizado em qualquer ambiente.

Marrom ou castanho transmite a ideia de terra e também lembra madeira, o que leva a decoração para um lado mais rústico.

Preto – é a cor que simboliza sobriedade e drama, assim como sofisticação e glamour. É muito usada na decoração, quando em contraste com o branco. Em geral, é usado em pequenos detalhes na casa. Seu uso excessivo deixa o ambiente pesado.

Rosa – acalma e representa o lado feminino do ser humano. No entanto, sua utilização em excesso é desgastante.

Verde – proporciona descanso e tranqüilidade, traz mais alegria e vida, ajudando a combater o stress. Para casas onde existem problemas de saúde, o verde é uma ótima opção.

Vermelho – evoca energia e sensualidade. No quarto de casal, ativa a sexualidade, enquanto na sala ou cozinha estimula o apetite e a fala. Não deve ser usado em excesso.

Violeta – traz tranquilidade, sossego e calma ao ambiente. Os melhores ambientes para sua utilização são os quartos de bebê e locais de descanso.

Sugestão: Conheça a tabela de cores no seguinte endereço:
http://shibolete.tripod.com/RGB.html

Fonte de pesquisa:
Wikipédia
http://www.magazineluiza.com.br/Linha_Setores/linha_setor.asp?linha=MO&Setor=TAPT
http://olhandoacor.web.simplesnet.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *