ÍNDIA – GANDHI E SEUS FILHOS (VIII)
Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

gan1

O filho mais velho de Gandhi, Harilal, que havia se casado na Índia à custa do tio, enquanto seus pais estavam na África do Sul, sem que Gandhi desse-lhe qualquer ajuda, apesar de solicitada, acabou indo para a África do Sul, onde se ajuntou à sua família.

Harilal e Manilal seguiram os passos dos pais na África do Sul, juntando-se ao movimento político de Gandhi, e sendo presos inúmeras vezes. Mas eles carregavam uma grande mágoa do pai famoso que os privara de uma boa educação e de carinho. Situação agravada pelo fato de Gandhi ter dado uma bolsa de estudos na Inglaterra, que ganhara de um amigo, a um sobrinho e não a um dos filhos.

Ao voltar à Índia, Harilal queixou-se à mãe:

– Ele não se importa com nenhum de nós. 

Gandhi justificou-se com a seguinte declaração:

Diferentemente de outros pais, eu nunca admirei meus filhos, nem tampouco fiz algo especial em seu benefício; sempre os considerei, bem como a Kasturba, como minha última preocupação.

Harilal, em 1915, chegou a distribuir uma carta, onde chama o pai de “negligente com a família” e de ter “negado educação aos filhos”. Escreveu:

Você nunca nos falou com amor, mas sempre com raiva. Durante conversas, você sempre usou uma linguagem humilhante… Em movimento ou parado, dormindo ou sentado, você sempre nos atemorizou. Você tem um coração de pedra.

Os filhos de Gandhi achavam que o pai amava mais os sobrinhos do que eles. Mas o escritor Jad Adams, em seu livro Gandhi Ambição Nua, na página 180, escreve sobre a tumultuada vida do mais famoso indiano, conhecido em todo mundo, com a esposa e filhos, justificando seu comportamento com a família:

A ira de Gandhi contra seu próprio pai pelo seu casamento precoce deveria ser observada no contexto de seu desejo de estar livre das coisas carnais. Esse seu casamento fez com que ele se corrompesse com a carnalidade antes de conhecer melhor a própria mente. Antes de poder rejeitá-la, ele foi sobrecarregado pelas coisas desse mundo – sua esposa e filhos. Mais tarde, ele desenvolveu uma indiferença ao produto do sexo: seus filhos, como se eles o amarrassem ao mundo material como símbolos vivos de sua natureza carnal e, portanto, de nenhuma importância. Quando eles se tornaram seres sexuais, sua repugnância era quase palpável.

Fontes de pesquisa:
Gandhi, Ambição Nua/ Jad Adams
Gandhi/ Louis Fischer
Blog Indiagestão
Líderes que Mudaram o Mundo/ Gordon Kerr

Nota: A esposa de Gandhi, Kasturba, e seus filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *