Mestres da Pintura – JEAN-ANTOINE WATTEAU

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

wattau

O pintor e desenhista francês Jean-Antoine Watteau (1684-1721) nasceu em Valenciennes, onde recebeu treinamentos com os artistas de sua cidade. Aos 18 anos de idade, ele foi para Paris, indo trabalhar no ateliê do pintor decorativo Claude Gillot. Três anos depois,  foi para o estúdio de Claude Audran III, que também era um artista decorador e ornamental. Na capital parisiense, Watteau passou por dificuldades, tendo que fazer cópias nas oficinas Notre Dame para sobreviver.

Watteau recebeu, aos 25 anos de idade, o prêmio de segundo lugar no Prix de Rome. Em Paris, ele foi apresentado ao rico colecionador de arte, Pierre Crozat, que tinha dentre as suas inúmeras obras, trabalhos de Peter Paul Rubens, Anthony van Dyck e de pintores venezianos.

Em 1719, aos 35 anos de idade, Watteau viu-se acometido pela tuberculose, viajando para Londres para tratamento de saúde. Além da tuberculose, sofria de uma ansiedade crônica. Retornando a Paris no ano seguinte, passou a conviver com Edmé-Françóis Gersaint, o mais famoso marchand do início do século 18, que morreu um ano depois, aos 57 anos de idade. Watteau, que era muito doente, morreu aos 37 anos, vitimado pela tísica pulmonar.

Atribui-se a Watteau a criação do chamado “féte galante”, um novo gênero de pintura, em que ele mostra a elite em seu momento de diversão. Sua obra foi muito importante no sentido de libertar a pintura francesa da ditadura clássica ditada pela arte acadêmica.

A obra de Watteau, embora tida como alegre ou frívola, também traz quadros em que é possível detectar a fragilidade humana diante da fugacidade dos prazeres. É tido como um dos mais importantes mestres da pintura do século XVIII. O pintor foi influenciado por Peter Paul Rubens, David Teniers – o Jovem, Claude Gillot, etc.

Artistas que se ispiraram em Watteau: Jean Baptiste Pater, Hean Honoré Fragnonard, Edgar Degas e Pierre Auguste Renoir.

Curiosidade:
• Fête Galant – tipo específico de pintura rococó, que dá destaque às festas ao ar livre e a jovens elegantes; diversão dos ricos ociosos ao ar livre.
• Rococó – estilo decorativo surgido na França no reinado de Luís XV.

Fontes de pesquisa
A história da arte/ E.H. Gombrich
Os pintores mais influentes do mundo/ Girassol
Artes em detalhes/ Publifolha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *