Mestres da Pintura – PABLO PICASSO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

picasso

Pablo Picasso é o mais famoso artista do século 20. Sua versatilidade, originalidade, inventividade, longevidade e realização prolífica deixaram um legado incomparável ao de qualquer outro mestre moderno (Daved Gariff)

Picasso iniciou sua longa luta para representar cabeças, rostos e corpos de homens e mulheres na composição (…) a alma das pessoas não o interessa, para ele a realidade da vida está na cabeça, no rosto, no corpo. (Gertrude Stein)

Os diversos estilos que utilizei na minha arte não devem ser considerados nem uma evolução nem etapas rumo a um ideal desconhecido. Tudo que fiz foi sempre para o presente e com a esperança de que permanecerá no presente. (Pablo Picasso)

O espanhol Pablo Ruiz Picasso (1881-1973) nasceu em Málaga, na Espanha. Era filho de José Ruiz Basco e Maria Picasso y Lopez. Começou a desenhar aos sete anos de idade, sob a supervisão de seu pai, professor de desenho. A seguir, sua família mudou-se para La Coruña. Aos 14 anos, ele foi para Barcelona com a família, vindo a estudar na Escola de Belas Artes, firmando-se como pintor.

Picasso fez sua primeira viagem a Paris em 1900, quando já estava com 19 anos. No ano seguinte, deu início à sua chamada “Fase Azul”, após o suicídio do seu amigo Carlos Casagemas. Em Paris, ele foi morar no conhecido bairro boêmio de Montmartre, onde começou a pintar temas circenses, dando início à “Fase Rosa”, época em que ficou conhecendo os irmãos Gertrude e Leon Stein, colecionadores norte-americanos, com os quais manteve grande amizade. Também travou conhecimento com o pintor Matisse, dentre outros artistas.

Foi em Gosol, na Catalunha, que Picasso deu os seus primeiros passos em direção ao cubismo. Após tomar contato com a pintura primitivista de Cézanne, pintou As Senhoritas de Avingnon, prenúncio do estilo cubista, época em que ficou conhecendo o pintor Georges Braque, com quem estudou o novo estilo revolucionário. Entre 1909 e 1912, ele trabalhou como o Cubismo Analítico e o Sintético. Nove anos depois, iniciou sua fase neoclássica. Em 1937, pintou sua obra mais famosa, Guernica.

Picasso permaneceu na França durante a ocupação nazista, quando outros artistas, como seu conterrâneo Salvador Dalí, deixaram o país. Filiou-se ao partido Comunista, vindo depois a se discordar de suas diretrizes. Ao deixar Paris, para morar na região francesa de Madri, passou a trabalhar com cerâmica, e também deu início à série da releitura dos grandes mestres. Morreu em 1973, aos 92 anos de idade e foi sepultado na França.

Em seu trabalho, Picasso foi influenciado pelos pintores espanhóis: El Greco, Diego Velázquez e Francisco Goya, e pelos franceses: Edouardo Manet, Paul Cézanne, Henri de Toulouse-Lautred e Georges Braque, assim como pela arte da África, Oceania e Espanha. Serviu de inspiração para o Cubismo Órfico, Futurismo, Cinema Cubista, Piet Mondrian, Gertrude Stein, Georges Braque e William de Kooning. Braque e Picasso influenciaram-se mutuamente. Além da pintura, ele também trabalhou com escultura, artes gráficas, cerâmica e design.

Fontes de Pesquisa:
Picasso / Editora Abril
Picasso / Folha Coleções
Picasso / Girassol
Os Pintores Mais Influentes do Mundo / Girassol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *