O FAMOSO ESTREITO DE BÓSFORO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

estreito de Bósforo
Segundo o dicionário Aurélio, um estreito é um braço de mar que liga dois mares ou duas partes do mesmo mar, sendo também conhecido como canal.

O Estreito de Bósforo divide Istambul em duas partes: europeia e asiática e também liga o Mar Negro ao Mar de Mármara, marcando o limite entre os continentes asiático e europeu, na Turquia. Seu comprimento é de aproximadamente 30 km e sua largura varia entre 550 a 3000 m. Sua profundidade vai de 36 a 124 metros no meio do estreito.

As margens do Estreito de Bósforo são densamente povoadas. Duas pontes ligam as duas margens do canal: a Ponte de Bósforo, com 1.074 metros, e a Ponte Fatih Sultão Mehmet, com 1.090 metros. Um túnel ferroviário, Marmaray, com 1400 metros, aproximadamente, a uma profundidade de 55 metros, já em construção, está previsto para entrar em uso em 2013. Em cada lado do estreito existe uma fortificação, Anadoluhisari e Rumelihisari, que tinham por objetivo defender Istambul, tendo sido construídas pelos sultões otomanos, em 1451. A importância estratégica do estreito ainda é muito grande, de modo que diversos tratados internacionais mantêm navios na área.

Alguns historiadores lançaram a hipótese de que uma imensa enchente, ocorrida na região do Estreito de Bósforo, por volta do ano de 5 600 a.C., teria sido a base histórica para o tão conhecido dilúvio bíblico e da Epopeia de Gilgamesh (antigo poema épico da Mesopotâmia, atual Iraque, que contém a mais antiga referência, até então conhecida, sobre o dilúvio, que é recorrente em várias culturas e que está presente na Bíblia), que é também uma das primeiras obras conhecidas da literatura mundial. No Estreito de Bósforo foram travadas muitas batalhas navais entre cristãos e mulçumanos, gregos e otomanos, etc.

Ao longo do Estreito de Bósforo fica grande parte da vida cultural de Istambul, inclusive a Universidade de Bósforo, que é a mais importante do país. Pelo estreito trafegam navios e barcos, transportando milhares de pessoas, de ambos os lados da cidade, diariamente. Uma das maravilhas vistas no estreito é o Palácio de Dolmabahce, construído no final do Império Otomano. O forte de Rumeli Hisar é outra edificação otomana presente no local. O Palácio de Beylerbeyi é outro ponto turístico que fica nas margens do Estreito de Bósforo.

Fonte de pesquisa:
Roteiro Turístico
Wikipédia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *