Rafael – A MADONA DE ALBA

Autoria de LuDiasBH

amadal
A composição denominada A Mandona de Alba é uma obra do pintor italiano renascentista Rafael Sanzio. A Virgem Maria, com seu Jesus e João Batista, está pintada em meio a uma bela paisagem. Ao ser vista fora do trono, sentada no prado como qualquer mortal, significou para muitos um traço de sua humanidade: a humildade. O seu nome é em razão de ter pertencido à aristocrática família espanhola da Casa de Alba.

A Virgem usa um vestido vermelho, tendo sobre ele um manto azul e um fino véu sobre o braço esquerdo. Encontra-se sentada, recostada a um pedaço de tronco, com o seu Menino no colo, tendo o pequeno João Batista à sua direita. Com a mão esquerda, ela segura seu livro de orações, com o dedo indicador marcando a página que estava sendo lida, e com a direita toca no rosto de João Batista. Ela parece preocupada ao olhar a cruz, lembrando-se do sofrimento pelo qual passará seu filho.

O Menino Jesus, nu, sentado no colo de Maria, vira para trás, de modo a segurar a cruz de seu primo João Batista, enquanto fixa-o. Um dos seus pezinhos está apoiado no chão e o outro no colo da mãe.

João Batista está usando uma veste de pele de camelo, uma alusão à sua pregação futura no deserto, assentado sobre as pernas, segurando a cruz com a mão esquerda, olhando para a sua parte superior. No seu colo está um feixe de flores.

As três figuras formam uma composição de forma triangular, agrupadas à esquerda, colocadas em um círculo. Este formato era muito comum à época. As figuras são monumentais, lembrando as pinturas de Michelangelo. A cabeça de Maria e de seu Menino mostram o lado pelo qual o círculo gira. O braço estendido da Virgem, tocando João Batista, e o seu manto estendido no chão à direita, trazem equilíbrio à figura. Ao fundo, desenrola-se uma plácida paisagem, tipicamente italiana.

Esta foi uma das peças, que, durante o período da Segunda Guerra Mundial, foi transferida da National Gallery of Art, para a Carolina do Norte, Washington, sendo sigilosamente guardada. Após a guerra, retomou o seu lugar de antes.

Ficha técnica
Ano: c. 1510
Técnica: óleo transferido de madeira à lona
Dimensões: 94,5 cm de diâmetro
Localização: National Gallery of Art, Washington

Fontes de pesquisa
Rafael/ Cosac Naify
http://www.flickriver.com/photos/elissacorsini/2340866080/
http://allart.biz/photos/image/Raphael_72_Madonna_and_Child_Enthroned_with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *