RANKING – MAIS 100 BONS FILMES / DOCUMENTÁRIO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de Moacyr Praxedes al

Vários amantes do Cinema escolheram os melhores filmes de todos os tempos do gênero Documentário, dando-lhes uma nota de 1 a 10, conforme explica o blog Melhores Filmes:

Para chegar a esta lista de filmes, foi realizada uma pesquisa minuciosa com livros de cinema, em sites e revistas internacionais especializadas, e levou-se em consideração também a premiação em festivais e críticas em importantes veículos mundiais. A cada filme, foi atribuída uma nota, de acordo com a média formulada a partir da pesquisa inicial e do peso que cada obra contém na história do cinema mundial. (http://melhoresfilmes.com.br/generos/documentario)

Ranking / Filme / Direto

101º – Alleman  (Bert Haanstra)
102º – Concert for George  (David Leland)
103º – Nostalgia da Luz  (Patricio Guzmán)
104º – Zeitgeist: The Movie  (Peter Joseph)
105º – Stevie  (Steve James)
106º – Let It Be  (Michael Lindsay-Hogg)
107º – Meninos de Rua  (Edet Belzberg)
108º – Huey Long  (Ken Burns)
109º – Murder on a Sunday Morning  (Jean-Xavier de Lestrade)
110º – Fires Were Started  (Humphrey Jennings)
111º – For All Mankind  (Al Reinert)
112º – Serengeti Shall Not Die  (Bernhard Grzimek)
113º – Crônica de um Verão  (Edgar Morin)
114º – O Pesadelo de Darwin  (Hubert Sauper)
115º – Spellbound  (Jeffrey Blitz)
116º – Burden of Dreams  (Les Blank)
117º – The Atomic Cafe  (Jayne Loader)
118º – Apertando as Mãos do Diabo  (Peter Raymont)
119º – DiG!  (Ondi Timoner)
120º – Zeitgeist: O Futuro É Agora  (Peter Joseph)
121º – 51 Birch Street  (Doug Block)
122º – 21  (Michael Apted)
123º – Amandla! A Revolution in Four Part Harmony  (Lee Hirsch)
124º – As Praias de Agnès  (Agnès Varda)
125º – Roger & Eu  (Michael Moore)
126º – Arquitetura da Destruição  (Peter Cohen)
127º – Simonal – Ninguém Sabe o Duro Que Dei  (Cláudio Manoel)
128º – Sicko – S.O.S. Saúde  (Michael Moore)
129º – Trabalho Interno  (Charles Ferguson)
130º – Ordinary Fascism  (Mikhail Romm)
131º – Rush: Beyond the Lighted Stage  (Sam Dunn)
132º – Dez  (Abbas Kiarostami)
133º – Bukowski: Born into This  (John Dullaghan)
134º – The House Is Black  (Forugh Farrokhzad)
135º – Amazing Journey: The Story of The Who  (Paul Crowder)
136º – Zeitgeist: Addendum  (Peter Joseph)
137º – En Construcción  (José Luis Guerín)
138º – Machssomim  (Yoav Shamir)
139º – Body of War  (Phil Donahue)
140º – Exit Through the Gift Shop  (Banksy)
141º – Vapor da Vida  (Joonas Berghäll)
142º – Let’s Get Lost  (Bruce Weber)
143º – Cane Toads  (Mark Lewis)
144º – Migração Alada  (Jacques Perrin)
145º – In the Year of the Pig  (Emile de Antonio)
146º – A Deusa Imperfeita  (Ray Müller)
147º – A Marcha dos Pingüins  (Luc Jacquet)
148º – A Conquista do Everest  (George Lowe)
149º – Unprecedented: The 2000 Presidential Election  (Richard Ray Perez)
150º – The Panama Deception  (Barbara Trent)
151º – O Mistério de Picasso  (Henri-Georges Clouzot)
152º – Jimi Hendrix  (Joe Boyd)
153º – Scratch  (Doug Pray)
154º – A Vida em um Dia  (Kevin Macdonald)
155º- Era uma Vez em Hollywood  (Jack Haley Jr.)
156º- A Máquina de Morte do Khmer Vermelho  (Rithy Panh)
157º – The Endurance: Shackleton’s Legendary Antarctic Expedition  (George Butler)
158º – Latcho Drom  (Tony Gatlif)
159º – René  (Helena Trestikova)
160º – Kinoglaz  (Dziga Vertov)
161º – O Diamante Branco  (Werner Herzog)
162º – Grey Gardens  (Ellen Hovde)
163º – Long Night’s Journey Into Day  (Deborah Hoffmann)
164º – Home – Nosso Planeta, Nossa Casa  (Yann Arthus-Bertrand)
165º – O Fundo do Ar É Vermelho  (Chris Marker)
166º – Monterey Pop  (D.A. Pennebaker)
167º – O Lixo e a Fúria  (Julien Temple)
168º – Divorce Iranian Style  (Kim Longinotto)
169º – The Last Days  (James Moll)
170º – Manufacturing Consent: Noam Chomsky and the Media  (Mark Achbar)
171º – Streetwise  (Martin Bell)
172º – Los Angeles Plays Itself  (Thom Andersen)
173º – Perdido em La Mancha  (Keith Fulton)
174º – Ricardo III – Um Ensaio  (Al Pacino)
175º – Estamira  (Marcos Prado)
176º – Scared Straight!  (Arnold Shapiro)
177º – Terra do Silêncio e da Escuridão  (Werner Herzog)
178º – The Trials of Darryl Hunt  (Ricki Stern)
179º – Por Que Lutamos  (Eugene Jarecki)
180º – Rios e Marés  (Thomas Riedelsheimer)
181º – Presunto Culpable  (Roberto Hernández)
182º – Daughter from Danang  (Gail Dolgin)
183º – Um Táxi para a Escuridão  (Alex Gibney)
184º – Jesus Camp  (Heidi Ewing)
185º – Berkeley in the Sixties  (Mark Kitchell)
186º – Runnin’ Down a Dream  (Peter Bogdanovich)
187º – Going Upriver: The Long War of John Kerry  (George Butler)
188º – Um Dia em Setembro  (Kevin Macdonald)
189º – Unforgivable Blackness: The Rise and Fall of Jack Johnson  (Ken Burns)
190º – Os Yes Men Consertam o Mundo  (Andy Bichlbaum)
191º – Venho de um Avião Que Caiu nas Montanhas  (Gonzalo Arijon)
192º – A Pirâmide Humana  (Jean Rouch)
193º – Alegrias de Verão  (Bruce Brown)
194º – Visions of Light  (Arnold Glassman)
195º – White Light/Black Rain: The Destruction of Hiroshima and Nagasaki  (Steven Okazaki)
196º – Dear Zachary: A Letter to a Son About His Father  (Kurt Kuenne)
197º – Por Que Israel?  (Claude Lanzmann)
198º – Amsterdam Global Village  (Johan van der Keuken)
199º – No Mundo a Cada Segundo  (Patricia Ferreira)
200º – A Autobiografia de Nicolae Ceausescu  (Andrei Ujica)

Vejam também RANKING DOS 100 MELHORES FILMES / DOCUMENTÁRIOS

http://melhoresfilmes.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *