RANKING DOS 100 MELHORES FILMES / DOCUMENTÁRIOS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

ohoca

Vários amantes do Cinema escolheram os melhores filmes de todos os tempos do gênero Animação, dando-lhes uma nota de 1 a 10. E assim surgiu o Ranking dos Melhores Filmes de Documentários de Todos os Tempos, conforme explica o blog Melhores Filmes:

Para chegar a esta lista de filmes, foi realizada uma pesquisa minuciosa com livros de cinema, em sites e revistas internacionais especializadas, e levou-se em consideração também a premiação em festivais e críticas em importantes veículos mundiais. A cada filme, foi atribuída uma nota, de acordo com a média formulada a partir da pesquisa inicial e do peso que cada obra contém na história do cinema mundial. (http://melhoresfilmes.com.br/generos/documentários)

Ranking / Filme / Diretor

1º – O Homem da Câmera  (Dziga Vertov)
2º – A Dor e a Piedade  (Marcel Ophüls)
3º – Shoah  (Claude Lanzmann)
4º – Noite e Neblina  (Alain Resnais)
5º – Nanook, o Esquimó  (Robert J. Flaherty)
6º – Woodstock – 3 Dias de Paz, Amor e Música  (Michael Wadleigh)
7º – Salesman  (Albert Maysles)
8º – Crumb  (Terry Zwigoff)
9º – O Apocalipse de um Cineasta  (Fax Bahr)
10º – Titicut Follies  (Frederick Wiseman)
11º – Hotel Terminus  (Marcel Ophüls)
12º – Tragédia Americana  (Barbara Kopple)
13º – The Times of Harvey Milk  (Rob Epstein)
14º – Corações e Mentes  (Peter Davis)
15º – Na Linha da Morte  (Errol Morris)
16º – Basquete Blues  (Steve James)
17º – The War Game  (Peter Watkins)
18º – Olympia: Ídolos do Estádio – Vol. 1  (Leni Riefenstahl)
19º – Sans Soleil  (Chris Marker)
20º – High School  (Frederick Wiseman)
21º – Stop Making Sense  (Jonathan Demme)
22º – O Homem de Aran  (Robert J. Flaherty)
23º – Os Catadores e Eu  (Agnès Varda)
24º – O Triunfo da Vontade  (Leni Riefenstahl)
25º – Olympia: Vencedores Olímpicos – Vol. 2  (Leni Riefenstahl)
26º – A Feitiçaria Através dos Tempos  (Benjamin Christensen)
27º – Berlim, Sinfonia de uma Metrópole  (Walter Ruttmann)
28º – A Batalha do Chile – A Insurreição da Burguesia  (Patricio Guzmán)
29º – Buena Vista Social Club  (Wim Wenders)
30º – A Caminho do Leste  (D.A. Pennebaker)
31º – História de Louisiana  (Robert J. Flaherty)
32º – O Último Concerto de Rock  (Martin Scorsese)
33º – Tokyo Olympiad  (Kon Ichikawa)
34º – Sob a Névoa da Guerra  (Errol Morris)
35º – O Sol do Marmelo  (Víctor Erice)
36º – Brother’s Keeper  (Joe Berlinger)
37º – O Homem Urso  (Werner Herzog)
38º – 28 Up  (Michael Apted)
39º – Na Captura dos Friedmans  (Andrew Jarecki)
40º – Sherman’s March  (Ross McElwee)
41º – Microcosmos – Fantástica Aventura da Natureza  (Claude Nuridsany)
42º – Terra Sem Pão  (Luis Buñuel)
43º – The Memory of Justice  (Marcel Ophüls)
44º – Waco: The Rules of Engagement  (William Gazecki)
45º – Ilha das Flores  (Jorge Furtado)
46º – Verdades e Mentiras  (Orson Welles)
47º – Heima  (Dean DeBlois)
48º – Tocando o Vazio  (Kevin Macdonald)
49º – Culloden  (Peter Watkins)
50º – Best Boy  (Ira Wohl)
51º – Gimme Shelter  (Albert Maysles)
52º – Salve o Cinema  (Mohsen Makhmalbaf)
53º – American Movie  (Chris Smith)
54º – Santiago  (João Moreira Salles)
55º – O Paraíso Perdido: Assassinatos de Crianças em Robin Hood Hill  (Joe Berlinger)
56º – Caminhos Cruzados  (Rob Epstein)
57º – Lake of Fire  (Tony Kaye)
58º – Ser e Ter  (Nicolas Philibert)
59º – American Dream  (Barbara Kopple)
60º – Pequeno Dieter Precisa Voar  (Werner Herzog)
61º – Edifício Master  (Eduardo Coutinho)
62º – Tiros em Columbine  (Michael Moore)
63º – O Homem Que Ouvia a Grã-Bretanha  (Humphrey Jennings)
64º – My Flesh and Blood  (Jonathan Karsh)
65º – La Section Anderson  (Pierre Schoendoerffer)
66º – Minha Viagem para a Itália  (Martin Scorsese)
67º – Nos Braços de Estranhos – Histórias do Kindertransport  (Mark Jonathan Harris)
68º – Tempo de Protesto  (Sam Green)
69º – Nirvana Live! Tonight! Sold Out!!  (Kevin Kerslake)
70º – Kon-Tiki  (Thor Heyerdahl)
71º – O Equilibrista  (James Marsh)
72º – Memória do Saqueio  (Fernando Solanas)
73º – Gente no Domingo  (Edgar G. Ulmer)
74º – A Batalha do Chile 3 – O Poder Popular  (Patricio Guzmán)
75º – Lenny Bruce: Swear to Tell the Truth  (Robert B. Weide)
76º – Koyaanisqatsi – Uma Vida Fora De Equilíbrio  (Godfrey Reggio)
77º – Super Size Me – A Dieta do Palhaço  (Morgan Spurlock)
78º – O Mundo do Silêncio  (Jacques-Yves Cousteau)
79º – Rua 54  (Fernando Trueba)
80º – Anvil! A História de Anvil  (Sacha Gervasi)
81º – Os Animais Também São Seres Humanos  (Jamie Uys)
82º – Charlie: A Vida e a Arte de Charles Chaplin  (Richard Schickel)
83º – Lições da Escuridão  (Werner Herzog)
84º – Nascidos em Bordéis  (Zana Briski)
85º – Uma Verdadeira Glória  (Garson Kanin)
86º – Punishment Park  (Peter Watkins)
87º – Anna dos 6 aos 18  (Nikita Mikhalkov)
88º – Fahrenheit 9/11  (Michael Moore)
89º – No Direction Home: Bob Dylan  (Martin Scorsese)
90º – Meu Melhor Inimigo  (Werner Herzog)
91º – The Cove  (Louie Psihoyos)
92º – Control Room  (Jehane Noujaim)
93º – Cabra Marcado para Morrer  (Eduardo Coutinho)
94º – 35 Up  (Michael Apted)
95º – 42 Up  (Michael Apted)
96º – Uma Breve História do Tempo  (Errol Morris)
97º – A Batalha do Chile 2 – O Golpe de Estado  (Patricio Guzmán)
98º – Reze para o Diabo Voltar para o Inferno  (Gini Reticker)
99º – Pátria Proibida  (Christopher Quinn)
100º – The Living Desert  (James Algar)
Vejam também RANKING – MAIS 100 BONS FILMES / DOCUMENTÁRIO

2 comentários sobre “RANKING DOS 100 MELHORES FILMES / DOCUMENTÁRIOS

    1. LuDiasBH Autor do post

      Sofia

      Entrei no link proposto por você e gostei muito do que vi. Parece mesmo muito legal, ainda mais que foge ao padrão dos documentários que normalmente só buscam o mesmo caminho. Um mundo totalmente novo nos é apresentado.

      Muito obrigada pela sua visita ao blog e sugestão. Continue nos prestigiando.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *