SEM PRECONCEITOS: MACACO E CÃO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

chin12345

Muitos de nós passamos semanas, e até meses, sem dar ou receber um abraço. Estamos tão imbuídos de nossa superioridade no planeta Terra, que mal direcionamos nosso olhar aos desconhecidos ou diferentes. Suprimos as nossas carências acumulando bens, sem deixar nenhum espaço para o afeto. Achamos que armazenar riquezas supre todas as nossas carências. Quão tolos somos!

Nós não temos tempo para ouvir quem nos para na rua, ainda que seja para pedir uma informação. Não temos tempo para consolar alguém que chora no ônibus, no metrô ou na calçada. Não temos tempo para socorrer quem cai no chão, ainda que diante de nós. Achamos que nada é da nossa conta, ou que tudo é dever do Estado. Quão egoístas somos!

Quem não precisa de um abraço, desprovido de nenhuma outra intenção que não seja a de consolar, de estreitar nos braços, de se sentir vivo? E que fale em silêncio: “Você é importante para mim, para a vida, para o planeta, ainda que sejamos tão diferentes!”. O mundo está mal, porque todos nós somos carentes de amor, apesar de toda a prepotência humana.

A foto acima mostra uma macaca que abraça um cãozinho em uma feira de troca de animais, em Bangladesh, país asiático, em 9/05/2002. Pode haver algo mais terno do que este abraço entre um canídeo e um primata? Reparem no gesto da macaca, enlaçando o corpo do cão. Mirem nos olhinhos dos dois animais. Parece que a macaca diz pro cãozinho: “Não tenha medo, eu estou aqui!”.

Fonte: foto recebida via e-mail.

2 comentários sobre “SEM PRECONCEITOS: MACACO E CÃO

  1. Pedro Rui

    É uma ternura ver o macaco a abraçar o cão; nós somos muito egoístas, olhamos sempre para os nossos umbigos, pois se olhássemos para o lado veríamos que há sempre alguém a pedir-nos afeto. Aos meus olhos, vejo uma pobreza constante na educação. Quando é que notaremos que todos nós precisamos de dar e receber afeto? Não podemos empurrar nossos sentimentos com a barriga e fingirmos que somos cegos? Dar amor não custa nada e só faz bem a nós e aos outros. Experimentemos!
    Um abraço para você, igual ao que o macaquinho dá ao cachorrinho.

    Rui Pedro

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Rui Pedro

      Todos nós, por mais ricos que sejamos, somos carentes de amor.
      Nenhuma riqueza material pode suprir o amor.
      Só os tolos acham que isso é possível.

      Esta foto deveria ser vista em todos os cantos do mundo, para ensinar que o afeto é indispensável, e que existe até mesmo entre os animais de espécies diferentes.

      Muito obrigada pelo abraço igual ao que o cachorrinho recebe.

      Outro bem grande para você,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *