Velázquez – VELHA FRITANDO OVOS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

vefrivo
A composição Velha Fritando Ovos, composição do pintor espanhol Diego Velázquez, é considerada uma das grandes obras que compõem o seu trabalho. Trata-se de uma cena doméstica, bem comum ao cotidiano das pessoas, e, por isso, chegou a ser criticada à época, pois “rebaixava a arte a conceitos vulgares”, como afirmou o artista Carducho. O pintor gostava de pintar os chamados “bodegones”, que se referiam aos quadros representando cozinhas, tabernas, alimentos e bebidas, personagens do povo, vendedores e cozinheiros, principalmente.

A cena acontece numa cozinha, em Sevilha, com a presença de dois personagens: uma senhora idosa, supostamente sogra do pintor, e um rapaz. O último, pela posição do corpo, parece estar chegando ao local no exato momento em que a senhora frita os ovos. O olhar de um não é dirigido ao outro, pois ambos olham para pontos diferentes.

A tela apresenta um fundo escuro, trazendo na parte superior uma cesta de junco com um pano amarrado a ela, e, mais à direita, duas conchas também estão penduradas. Sobre a mesa encontram-se um jarro de vidro, uma jarra de cerâmica, um almofariz de bronze, uma tigela branca com uma faca sobre ela, uma cebola e pimentas. Chama a atenção a sombra deixada por esses objetos.

A senhora idosa, já com os traços marcados pelo tempo, está sentada de frente para o alguidar (vaso de barro ou de metal, baixo, em forma de tronco de cone invertido), sobre o qual se encontra o fogareiro com carvão e sobre esse uma panela de cerâmica, com dois ovos dentro, boiando na gordura, e tem à sua esquerda a mesa. Ela usa um véu branco-rosado na cabeça, blusa vermelha e saia escura. Traz na mão esquerda um ovo, e com a direita segura a colher de pau.

O rapaz veste roupas escuras, com uma camisa branca interna, cujas gola e mangas à vista, reforçam sua presença no local, de modo a não fundi-lo com a cor do fundo. Traz na mão esquerda, junto ao corpo, um melão atado com uma fina corda, que capta a atenção do observador, e na direita segura uma garrafa de vinho caseiro. Os personagens e objetos presentes na cena compõem uma estrutura ovalada, sendo que o melão, o caldeirão de cobre encostado no alguidar e o almofariz trazem grande luminosidade à composição.

A mulher, apesar de sua simplicidade, mostra uma grande dignidade. A presença da idosa e do menino lembram a transitoriedade da vida. O ovo na mão da senhora, evoca a inconstância das coisas terrenas e uma vida após essa, conforme simbologia da época.

Como podemos perceber, é grande a influência de Caravaggio na obra inicial de Velázquez, no uso do claro-escuro. Contudo, as obras do pintor espanhol não trazem a impetuosidade do italiano, ao usar luz disseminada e cores em tons terrosos, tratando tanto seres quanto coisas do mesmo modo.

Ficha técnica
Ano: 1618
Dimensões: 99 x 128 cm
Técnica: óleo sobre tela
Localização: The National Gallery of Scotland, Edimburgo, Grã-Bretanha

Fontes de pesquisa
Velázquez/ Taschen
Velázquez/ Coleção Folha

2 comentários sobre “Velázquez – VELHA FRITANDO OVOS

    1. LuDiasBH Autor do post

      Caroline

      Eu também amo esta pintura de Velàzquez. É realmente magnífica! Conheça outras obras do artista aqui no site.

      Amiguinha, agradeço a sua visita e comentário. Volte sempre. Será um prazer recebê-la. A propósito, seu e-mail está incorreto.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *