CANSAÇO OU EXAUSTÃO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria do Dr. Telmo Diniz

Com a rotina corrida do dia a dia, o tempo que se dedica a tarefas para descansar o corpo e a mente está cada vez mais reduzido. Entramos num processo em que o corpo começa a ficar desgastado e a mente não consegue se “desligar” daquele projeto no trabalho, das contas a pagar e de tudo mais que aparece para ser resolvido. É como “matar um leão por dia”. Tudo isso acaba acelerando um quadro de exaustão física e emocional, uma condição que é mais grave que a estafa, e que levará aos maiores níveis de estresse e de suas consequências, que são muito sérias para a saúde. Os sintomas da exaustão são a falta de:

  • energia,
  • motivação,
  • alegria,
  • satisfação,
  • interesse,
  • sonhos,
  • concentração e
  • autoconfiança.

Vários são os sintomas de uma pessoa esgotada:

  • mau humor e visão negativa a respeito da vida;
  •  falta de vontade de realizar tarefas que antes eram prazerosas;
  • sensação de estar sempre carregando algo nas costas, o que gera sintomas físicos (tensão e dores musculares constantes e dores de cabeça);
  • sensação de que se esforça, “mas não sai do lugar”.

 Outras áreas também são afetadas, tais como:

  • a sexualidade (falta de desejo ou interesse);
  • o apetite (para mais ou para menos) e
  • o sono (insônia ou excesso de sono). A pessoa não relaxa, pois acorda cansada e irritada.

Existe uma grande diferença entre o cansaço e a exaustão. O cansaço é caracterizado por um esgotamento momentâneo, sendo eliminado de forma simples e instintiva, com boas horas de sono e atividades relaxantes. Já na exaustão, o desgaste é bem maior, na medida em que é constante, podendo ser eliminado apenas momentaneamente, de acordo com as distrações que cada um procura. Mas a exaustão só pode, na maioria das vezes, ser resolvida através de tratamentos e auxílio médico.

Como todos nós estamos expostos e não sabemos quando poderemos entrar em um estado típico de estresse, o ideal é nos forçarmos a adquirir hábitos que costumam deixar mais leve o nosso corpo. Cuidados gerais com a saúde, exercícios de relaxamento e respiração, práticas meditativas, exercícios físicos regulares, alimentação equilibrada, dedicação ao lazer, tudo isso, aliado a um suporte familiar e social, contribui para amenizar as tensões do dia a dia e ajudam-nos a contorná-las.

É importante que seja feita uma boa investigação médica quanto aos sintomas relatados pelo paciente, para saber o que ele realmente tem, porque uma série de outros problemas pode causar um quadro clínico semelhante ao da exaustão, como anemia, fibromialgia, hipotireoidismo, doenças crônicas, diabetes e doenças infecciosas. O diagnóstico geralmente acaba sendo feito por exclusão de outras patologias orgânicas.

Não nos preocupamos demais com os problemas do dia a dia. Pensamentos negativos recorrentes levam à exaustão do corpo e da mente. O escritor brasileiro Emídio Falcão falou sobre o tema: “A ansiosa preocupação sobre um trabalho cansa muito mais do que a execução do próprio trabalho.”.

Nota: imagem copiada de Ilumne

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *