CRISTO MORTO (Aula nº 42 D)
Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

Não era apenas os mestres de Florença que se encontravam absorvidos pelas novas mudanças na arte. Havia pintores ao norte e ao sul dessa cidade que buscavam absorver os feitos de Masaccio na pintura e de Donatello na arquitetura.  Um deles era Andrea Mantegna que trabalhou primeiramente na cidade universitária de Pádua e depois foi para Mântua a convite da corte. Sua obra tornou-se famosa pela precisão anatômica das figuras, pela inclusão de detalhes importantes e pelo virtuosismo da perspectiva. Ele era muito rigoroso na composição de suas obras, também se interessando pelos fatos externos, a fim de levar mais veracidade à cena. Suas figuras são esculturais e impressionantes como as de Masaccio, além disso, possuía grande interesse pela arte da perspectiva. Estudamos hoje uma de suas mais famosas obras. Primeiramente é necessário acessar o link Mantegna – CRISTO MORTO e ler o texto com muita atenção, sempre voltando a esse quando se fizer necessário.

Obs.: Enriqueça a sua capacidade interpretativa das obras de arte acessando o link acima. Faz-se necessário ler o texto integralmente.

  1. A composição Cristo Morto — também conhecida como Lamentação sobre o Cristo Morto — é uma das famosas obras do pintor italiano Andrea Mantegna e uma das mais importantes da Renascença italiana, sendo admirada sobretudo…………..

    1. pela temática escolhida.
    2. pelo virtuosismo da perspectiva.
    3. pela caracterização oval do aposento.
    4. pelo número de figuras apresentadas.

  2. O artista apresenta Cristo morto com o corpo estendido sobre ………………., tendo a cabeça ligeiramente tombada para a sua esquerda, com os olhos fechados, sendo visível de cima as profundas feridas nos pés e nas mãos, ocasionadas pelos pregos da crucificação.

    1. uma pedra de mármore
    2. uma cama de madeira
    3. uma mesa de cimento
    4. um colchão de painas

  3. Uma fina mortalha cobre a parte inferior do corpo de Jesus que já se encontra rígido. Suas dobras dão continuidade aos sulcos presentes…….. de Cristo.

    1. nas pernas
    2. nos pés
    3. no tronco
    4. no rosto

  4. As rugas da face de Cristo e as das duas figuras ao seu lado harmonizam com o desenho do tecido de cetim rosado………

    1. do travesseiro
    2. da mortalha
    3. do leito
    4. dos pés

  5. A presença de um recipiente com unguentos, à esquerda do corpo, mostra que o corpo de Cristo………………

    1. ainda será perfumado
    2. não fará uso de perfume
    3. já foi perfumado
    4. não precisa de unguentos

  6. O mais impressionante nesta pintura é que até então nenhum artista antes de Mantegna havia conseguido obter um efeito de……………. tão acentuado num espaço tão pequeno.

    1. verticalidade
    2. horizontalidade
    3. inclinação
    4. profundidade

  7. Esta foi a primeira vez na arte pictórica em que Cristo foi apresentado com ……………… para o observador.

    1. os pés virados
    2. o corpo deitado de frente  
    3. todas as feridas à vista
    4. a cabeça virada

  8. A figura do Mestre com seus cabelos ondulados e traços fortes é apresentada em perspectiva, no plano horizontal, o que a leva a parecer mais curta, pois se encontra em …….

    1. escorço
    2. sfumato
    3. chiaroscuro
    4. espiral

  9. Os pés, vistos em primeiro plano, parecem ser enormes em razão………….. Eles pendem para fora da pedra, pois o corpo é maior do que a pedra em seu comprimento.

    1. do pequeno formato do quadro
    2. do tamanho gigantesco do corpo
    3. da proximidade com o observador
    4. da dimensão da tela escolhida

  10. Ao lado direito de Cristo estão três figuras humanas que choram, enquanto seu corpo está sendo preparado. São elas: a Virgem Maria — sua mãe — que enxuga as lágrimas com um lenço e São João Evangelista que entrelaça as mãos e olha inconformado para Jesus e possivelmente ……………………. na sombra à esquerda da Virgem Mãe.

    1. Santa Isabel
    2. Maria de Cléofas
    3. Sant’Ana
    4. Maria Madalena

  11. A colocação………………. de Jesus no centro da composição leva a diferentes interpretações, dentre elas a de que o corpo de Cristo simboliza suas duas naturezas — a humana e a divina.

    1. das mãos
    2. dos órgãos genitais
    3. do umbigo
    4. dos cotovelos

  12. Mantegna estruturou a composição de tal maneira que joga o observador num grande impacto emocional, tendo a impressão de estar………………. de Cristo — vistos em tamanho maior — que o direcionam para o restante do corpo.

    1. à direita
    2. à esquerda
    3. aos pés
    4. à cabeceira

  13. A técnica utilizada pelo artista foi:
  1. têmpera sobre tela
  2. têmpera sobre madeira
  3. afresco e guache
  4. óleo sobre madeira

Gabarito
1.b / 2.a / 3.c / 4.a / 5.c / 6.d / 7.b / 8.a / 9.c / 10.d / 11.b / 12.c / 13.a

Obs.: Conheça a vida do artista acessando o link abaixo:
Mestres da Pintura – ANDREA MANTEGNA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *