SANSÃO E DALILA (Aula nº 69 B)

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

  

                                           (Clique nas imagens para ampliá-las.)

O pintor Anthony van Dyck (1599–1641) foi o mais talentoso discípulo e ajudante de Peter Paul Rubens, sendo 22 anos mais novo do que seu mestre, de quem herdou o talento na representação da textura e superfície das figuras. Também se transformou num dos pintores retratistas mais procurados da Europa.  Aos onze anos, após a morte da mãe, foi estudar com Hendrick van Balen, pintor de figuras. Aos 14 anos já pintava retratos e aos 16 anos tinha a sua própria oficina e um aprendiz. Foi aluno de Rubens por volta dos 18 anos de idade. E, segundo dizem, foi superado apenas por esse mestre, como o mais genial pintor flamengo do século XVII. Pintava seus personagens masculinos e femininos de uma forma muito vívida, do jeito como os via e também como era de seu gosto. Suas mulheres eram gordas, pois em Flandres daquela época a esbelteza não se encontrava na moda. Tornou-se o pintor da corte de Carlos I. É tido como o artista da aristocracia barroca. Hoje estudamos duas de suas obras-primas, conhecidas em todo o mundo. Agucem a observação.

Vários pintores ao longo da História da Arte têm usado esta mesma temática, inclusive o próprio Van Dyck fez duas obras sobre ela, como podemos ver acima, sendo a primeira em 1620 (quadro 1) e a segunda em 1630 (quadro 2)

  1. A temática das duas composições em estudo é:

    1. Histórica
    2. Mitológica
    3. Científica
    4. Religiosa

  2. (Quadro 1) A cena vista entre Sansão e Dalila repassa uma sensação de calmaria, sobretudo para ele.

    Marque a alternativa abaixo que não corrobora com esta afirmação:

    1. Representa o momento antes do fatídico acontecimento.
    2. O cabelo de Sansão que lhe dá força ainda não foi cortado.
    3. Retrata o clímax dessa história contida no Antigo Testamento.
    4. Dalila e Sansão já se encontram preparando para dormir.

  3. (Quadro 2) A cena vista entre entre Sansão e Dalila repassa um clima de grande tensão.

    Marque a alternativa abaixo que não corrobora com esta afirmação:

    1. Representa o momento do fatídico acontecimento.
    2. Mostra o guerreiro ainda sem se ater à ação de Dalila.
    3. O cabelo de Sansão que lhe dá força já foi cortado.
    4. Retrata o clímax dessa história contida no Antigo Testamento.

  4. (Quadro 1) Acerca dos guardas filisteus não se pode dizer que:

    1. Já foram vistos por Sansão.
    2. Encontram-se à espreita.
    3. Vieram prender o guerreiro.
    4. Aguardam a prática do crime.

  5. (Quadro 2) Acerca dos guardas filisteus não se pode dizer que:

    1. Eles já se encontram dentro do aposento.
    2. Trazem cordas para amordaçar Sansão.
    3. Lutam com Sansão temendo sua força.
    4. Vieram para prender o heroico guerreiro.

  6. (Quadro 1) O foco da cena é:

    1. Sansão
    2. Dalila
    3. O barbeiro
    4. As criadas.

  7. (Quadro 2) O foco da cena é:

    1. Sansão
    2. Dalila
    3. O barbeiro
    4. O casal

  8. (Quadro 1) Todas as afirmativas sobre Dalila estão corretas, exceto:

    1. A luz dentro da pintura está focada nela.
    2. Sua cama está coberta com um simples brocado.
    3. Sua pele macia e leitosa contrasta com a de Sansão.
    4. d.Toda a ação dentro da cena parece recair sobre ela.

  9. (Quadro 2) Todas as afirmativas sobre Sansão estão corretas, exceto:

    1. Sua pele morena contrasta com a de sua amante.
    2. Seu olhar está carregado de mágoa e revolta.
    3. Ele avança horrorizado contra a mulher traidora.
    4. Um dos soldados filisteus agarra-o.

  10. (Quadro 1) Todas as afirmativas sobre os personagens estão corretas, menos:

    1. Sansão, deitado sobre o corpo de Dalila, dorme coberto apenas com uma tanga.
    2. Dalila levanta um dedo silenciador, preparando os guardas para a ação.
    3. As duas criadas acompanham a cena com curiosidade e apreensão.
    4. Os guardas assistem a cena com tensão, esperando o comando da criada.

  11. (Quadro 2) Todas as afirmativas sobre os personagens estão corretas, menos:

    1. Sansão é amordaçado pelos soldados furiosos.
    2. Dalila esboça um gesto, como se fosse tocar Sansão.
    3. Um dos soldados está armado com uma lança.
    4. Uma serva idosa encontra-se logo atrás de Dalila.

  12. (Quadro 1) O artista amplia ainda mais a tensão da cena ao pintar ………….. segurando uma tesoura enorme:

    1. a criada mais nova
    2. o barbeiro
    3. Dalila
    4. a criada mais velha

  13. (Quadro 2) As madeixas de Sansão e a tesoura usada no crime ainda se encontram no chão, próximas a ……………… que ironicamente simboliza a fidelidade.

    1. um cãozinho
    2. um gatinho
    3. uma ovelha
    4. uma lebre

  14. (Quadro 1 e 2) Estas duas maravilhosas obras mostram claramente a influência que o pintor …………………………. exerceu sobre Anthony van Dyck:

    1. Guido Reni
    2. Peter Paul Rubens
    3. Claude Lorrain
    4. Nicolas Poussin

Gabarito
1.d / 2.c / 3.b / 4.a / 5.c / 6.b / 7.d / 8.b / 9.c / 10.d / 11.c / 12.b / 13.a / 14.b

2 pensou em “SANSÃO E DALILA (Aula nº 69 B)

  1. Marinalva Autor do post

    Lu
    Estas duas pinturas em estilo barroco nos mostram a personalidade do grande pintor Anthony van Dyck . O tema religioso, com personagens bíblicos, cena dramática e clima muito tenso retratam fielmente a narrativa . As cores vivas, a disposição das figuras nos mostram perfeitamente o que o pintor quis repassar. Não há nada fora do contexto, tudo está no seu devido lugar, o que nos mostra o talento puro e personalizado de Van Dyck.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Marinalva

      Vários pintores retrataram este tema, mas poucos foram os que conseguiram a dramaticidade conseguida por Van Dyck. Veja que, apesar de terem a mesma temática, o pintor conseguiu efeitos diferentes em suas pinturas.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *