Uhde – O CAMINHO DO JARDIM

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

 Autoria de LuDiasBH

Muitos dos artistas franceses queriam encontrar a luz na natureza, mas eu queria encontrar a luz dentro da figura que estava apresentando. Em Cristo, compreendi a incorporação da luz exterior e interior.

Hoje fiz uma coisa realmente extraordinária, como talvez nunca tenha feito antes. Trabalhar ao ar livre em tons delicados e graciosos parece seu o meu campo. (Uhde)

O oficial de cavalaria e pintor alemão Fritz von Uhde (1848 – 1911) veio de uma família de comerciantes e funcionários públicos. Seu pai era pastelista assim como sua mãe e irmãs. Iniciou seus estudos na Academia de Arte de Dresden, mas ali permaneceu por pouco tempo, retomando sua carreira de oficial. Seu estilo figurava entre o Realismo e o Impressionismo. Também criou obras religiosas retratando Jesus visitando as famílias da classe trabalhadora. Ele foi um dos precursores da arte moderna da igreja do século XX. A maioria das criações artísticas de Uhde não foi vista com bons olhos pelos críticos de arte oficiais e também pelo público, sob a alegação de que eram “ordinárias e feias”, contudo, em razão de sua grande amizade com o pintor holandês Rembrandt, ele angariou muitos admiradores. É tido, ao lado de Lovis Corinth, Max Slevogt e Max Liebermann, como uma das mais importantes figuras do impressionismo alemão.

A composição intitulada O Caminho do Jardim é uma obra do artista. As três figuras femininas presentes são filhas de Uhde. O artista usou-as como modelo em muitos de seus quadros. A mãe delas morreu quando a mais nova delas nasceu, e o pai não voltou a casar-se de novo, criando, assim, um grande elo entre eles.

As três jovens mulheres encontram-se no jardim da casa de campo da família. Vestem blusas claras de mangas compridas e longas saias. Manchas de luz, filtradas através da folhagem verde e castanha, estão salpicadas por suas vestimentas e também sobre algumas folhas e sobre o caminho. A primeira delas, usando uma saia escura, encontra-se na lateral esquerda da tela e traz o corpo voltado ligeiramente para o lado. As outras duas, atrás, caminham de braços dados, sendo que uma delas olha para trás.

Na margem inferior direita da pintura é visto um pequeno fragmento da esquina de uma casa, onde dois caminhos se encontram, conduzindo ao jardim para o qual se direcionam as moças. Um grande cão branco, com a cabeça marrom e uma grande macha da mesma cor nas costas, segue as três irmãs. Ao fundo estão árvores frutíferas. Uma proteção retangular em forma de grade serve de moldura para as árvores.  A cadeira branca encostada à grelha tem um chapéu preto com lenço vermelho sobre ela.

O artista impressionista também se preocupava com as alterações da luz – não ao longo de um dia – mas ao longo dos anos. Prova disso é que pintou o caminho do jardim nove vezes.

Ficha técnica
Ano: 1903
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 61 x 76 cm
Localização: Kunsthalle, Bremen, Alemanha

Fontes de Pesquisa:
Impressionismo/ Editora Taschen
https://en.wikiquote.org/wiki/Fritz_von_Uhde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *