VILLA DEI MISTERI

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

           

A imagens vistas acima mostram uma cena esplêndida que faz parte de um conjunto de afrescos maravilhosamente preservados. Esta riqueza da arte romana foi descoberta perto de Pompeia — cidade soterrada pelas lavas do vulcão Vesúvio, no ano de 79 d.C. — na Itália, nas ruínas de uma suntuosa villa romana — a Villa Misteri — que, para a alegria da Arte teve apenas pequenas danificações por ocasião de seu soterramento.

O afresco com a cena em questão encontra-se localizado na parte da frente da villa, no seu cômodo mais importante, conhecido como triclinium ou sala de jantar. Dentre as cores vistas na composição encontram-se o azul e o verde, o que indica que o proprietário da villa era muito rico, pois esses pigmentos eram caríssimos à época. O afresco faz parte de uma série de quadros onde são retratados os “mistérios” de um ritual de iniciação exclusivamente feminino. Historiadores da arte presumem que se referia ao ingresso de uma jovem “como mulher” na sociedade da época, quando a novata passava por uma morte e um renascimento simbólicos. O ritual está ligado a Dionísio — deus da agricultura e da natureza, da fecundidade, da alegria e do teatro, inspirador da fertilidade e também chamado de deus do êxtase, conhecido na mitologia romana como Baco.

Uma sacerdotisa encontra-se entre os presentes para acompanhar a jovem mulher no decorrer do ritual de iniciação. A pintura tem como fundo uma parede vermelha, diante da qual se encontram as figuras em meio a colunas pintadas. Algumas delas estão sentadas e outras de pé sobre uma estreita borda verde que passa impressão de palco. Os personagens parecem maiores do que os humanos.

A figura sentada de costas para o observador é a sacerdotisa. Ela usa um lenço na cabeça e uma coroa de murta sobre ele. Sua mão esquerda desvela uma bandeja, cujo conteúdo é desconhecido, enquanto a direita paira sobre uma vasilha, dentro da qual uma criada, usando uma coroa de murta, derrama um líquido, possivelmente água para a sacerdotisa lavar suas mãos.

Figuras mitológicas ali também se encontram. Sileno, companheiro e tutor de Dionísio, encontra-se de pé no centro da composição e toca uma lira. À sua esquerda um sátiro, sentado, toca uma flauta de Pã, enquanto uma ninfa, também sentada, alimenta uma cabra, enquanto outro caprino mostra-se de frente para observador.

A iniciada está de pé na lateral direita da pintura. Ela traz o corpo virado para a sua direita e a cabeça voltada para a esquerda, mostrando-se muito assustada com o ritual. Um véu esvoaçante cobre suas costas.

Curiosidade
O afresco é uma técnica de pintura que consiste em pintar sobre gesso ou argamassa ainda molhada, aplicando pigmentos puros aos quais se adiciona apenas água.

Ficha técnica
Afresco (detalhe)
Dimensão: 1,62 m de altura
Localização: Pompeia/Itália

Fonte de pesquisa
Tudo sobre arte/ Editora Sextante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *