ALERTA: A DEMÊNCIA DIGITAL

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria do Dr. Telmo Diniz

 corpo12 (*)

Não demorou muito para aparecer algum problema de saúde devido ao excessivo uso da tecnologia no nosso meio. Médicos sul-coreanos têm relatado um aumento nos casos do que eles denominaram de “demência digital” entre os jovens. A pesquisa, publicada no início deste mês, constatou que 15% dos homens e mulheres com idades que variam de 18 a 39 anos, se queixaram de que sua memória estava ruim.

O estudo culpa o estilo de vida moderno para o aparecimento do problema. Conclui que passar muito tempo em um computador, falando muito em celulares ou jogando games por várias horas, faz com que as pessoas sintam dificuldades de memorizar informações. O estudo aponta também o estresse e um estilo de vida mais agitado como culpados pela dificuldade de concentração e para retenção de informações.

A pesquisa relata que os adolescentes têm se tornado tão dependentes de tecnologia digital que não são mais capazes de se lembrar de detalhes do cotidiano, tais como os seus números de telefone. Há uma nítida deterioração nas habilidades cognitivas, mais comumente vista em pacientes que sofreram um traumatismo craniano ou doença psiquiátrica.

O excesso de uso de smartphones e de jogos prejudica o desenvolvimento do cérebro, ou seja, usuários são propensos a desenvolver o lado esquerdo do cérebro, deixando o lado direito subdesenvolvido. O lado direito do cérebro está associado à concentração e, portanto, seu subdesenvolvimento afeta a atenção e a memória imediata, o que poderia, em cerca de 15% dos casos, conduzir ao aparecimento precoce de demência.

A situação parece estar mais grave em jovens com idade entre 10 e 19 anos que usam seus smartphones por mais de sete horas todos os dias. Nesta faixa etária, o sistema nervoso central ainda está em formação e, portanto, mais propenso a sofrer com a alta exposição tecnológica. É a nova tecnologia cobrando a conta. A facilidade e a comodidade de se pesquisar um tema no Google, por exemplo, em detrimento da procura do mesmo tema em uma enciclopédia está deixando a memória dos nossos jovens em frangalhos e o que pode ser pior, possibilitando que ela evolua para quadros de demências graves no futuro.

Essa síndrome não é nova. Foi detectada em 1990 nos EUA, em função da dependência da internet tanto em jovens como adultos, com consequências graves como senilidade e lesões cerebrais. Aspectos como concentração, atenção e memória são gravemente prejudicados. Os prognósticos do futuro não são animadores, na medida em que cresce o tempo que os jovens passam diante dos computadores e smartphones. Só isto já serve de alerta para os pais para que dosem o tempo que seus filhos ficam entretidos com as novas tecnologias. Mais uma vez, a moderação é a palavra de ordem.

(*) Imagem copiada de expresso.sapo.pt 

7 comentários sobre “ALERTA: A DEMÊNCIA DIGITAL

  1. Rui Sofia

    Lu

    Na verdade, as pessoas utilizam os telemóveis (celulares) como uma extensão do próprio corpo. E como você diz, o equilíbrio está no caminho do meio.

    Abraços

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Rui

      O equilíbrio é a medida da sabedoria. Os problemas com o uso excessivo de celulares já estão sendo colocados pelos médicos. As pessoas estão ignorando quem se encontra em volta, para conversar com as pessoas distantes, numa total inversão de bom-senso.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  2. Patrícia

    Que tristeza Lu,

    vejo demência mental, falta de comunicação e de interação. Há só olhos para o celular, ipad, tablet, computador seja jogando ou falando. É uma epidemia digital.
    Bjos

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Pat

      Este texto do Dr. Telmo mostra-nos os perigos da tecnologia desenfreada.
      O equilíbrio deve estar presente em tudo.
      Até no amor.

      Beijos,

      Lu

      Responder
  3. Messias

    Este é um grande mal que tende a se agravar, existem pessoas que tem o celular como uma extensão do próprio corpo, outras são dependentes do face, os extremos sempre são geradores do mal.

    Abs

    Messias

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *