AS MARAVILHAS DO VINHO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

vinho

Como tantas outras descobertas humanas, o vinho, provavelmente, foi fruto do acaso. O esquecimento de algumas uvas em um recipiente, resultando numa fermentação natural, foi o pontapé inicial da tão famosa bebida. Seu local de aparecimento mais provável foi a região do Cáucaso. Dali, ele se disseminou para Síria, Palestina e Egito. E então, para a Europa, de onde partiram os vinhos portugueses, que regavam a corte nos primeiros anos de nossa colonização. Histórias à parte, o vinho vem tomando conta de várias pesquisas, dando sinais positivos em relação a seus benefícios para saúde humana.

Os polifenóis, substâncias encontradas nos vinhos, são as implicadas como responsáveis por esses benefícios. Sendo que o polifenol de maior importância recebe o nome de resveratrol, um antioxidante natural presente na casca da uva. Diversos são os benefícios atribuídos a essas substâncias. Nas doenças coronárias, por exemplo, o consumo moderado de vinho controla os níveis sanguíneos de substâncias químicas inflamatórias no sangue. O vinho é capaz de reduzir os níveis de LDL e aumentar os de HDL (colesterol bom). Em relação à coagulação, o vinho torna as plaquetas presentes no sangue menos aderentes, evitando que este se coagule em locais errados. Estes efeitos poderiam prevenir o entupimento de uma coronária, evitando um infarto.

Segundo alguns especialistas, os polifenóis presentes no vinho (principalmente nos tintos) seriam os responsáveis por evitar o envelhecimento das células cerebrais, pois são antioxidantes. E, além desta ação antioxidante, os vinhos melhoram a circulação cerebral, como fazem com a circulação coronária. Sabe-se, ainda, que as chances de apresentar depressão são menores em consumidores moderados de vinho. Devido a sua propriedade antimicrobiana, os polifenóis reduzem as chances de pneumonia e outras infecções do aparelho respiratório. Do mesmo modo, seu consumo moderado combate a bactéria H. Pilori, responsável por úlceras no duodeno.

Alguns estudos mostram que o vinho é capaz de reduzir em até 60% o risco de formação de cálculos urinários, ao estimular a diurese. Não podemos esquecer de que este consumo deve ser moderado e aliado à ingestão concomitante de água. Acompanhando a tendência de melhora do sistema cardiovascular, estudos avaliam como benéfico o consumo de vinho em pessoas portadoras de diabete mellitus tipo II. Os mesmos polifenóis, devido a sua atividade antioxidante, reduzem a degeneração macular, que é a principal causa de cegueira em idosos. Por fim, estudos “in vitro” demonstram importante atividade antitumoral dos polifenóis do vinho.

Mesmo com tudo isso, nós não podemos achar que tomar vinho diariamente, mesmo que de forma moderada, será a resolução para as moléstias do mundo moderno. Bem como seu consumo tem contraindicações formais em vários casos. Entretanto, é um “remédio” sempre prazeroso de se degustar.

10 comentários sobre “AS MARAVILHAS DO VINHO

  1. Julmar M. Barbosa

    Bendito seja o deus Baco ,como querem uns, e bendito seja Noé, como querem outros, e ainda seja o frei anônimo, por haverem esquecido as tais uvas que fermentaram. O vinho, principalmente o seco da uva Malbec, traz-me um prazer intenso.
    Há porém um perigo: O VINHO ENTRA E A VERDADE SAI… rsrsrs

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Ju

      Não importa a origem do vinho, o certo é que ele é bom demais.
      Também prefiro o vinho seco, sempre acompanhado de muita água.
      Gostei: O vinho entra e a verdade sai…

      Abraços,

      Lu

      Responder
  2. Pedro Rui

    Realmente sabia que o vinho tinha algumas qualidade; as pessoas cá em Portugal que têm mais de noventa anos, todas elas bebem com moderação. Belo texto sobre o vinho.
    Abraços Lu

    Rui Sofia

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Rui
      Você escreveu a palavra mágica: moderação.
      O vinho traz muitos benefícios, mas deve ser tomado com moderação.
      Um cálice antes das duas principais refeições é o ideal.

      Grande abraço,

      Lu

      Responder
  3. Matê

    Lu
    Hoje, li um artigo muito interessante sobre o vinho. Estudos teriam comprovado que o vinho não teria todas as qualidades que lhe são atribuídas. Aqueles que fazem uso dele seriam pessoas com hábitos de vida mais saudáveis! O vinho ficou com a fama, mas quem bebe vinho já é naturalmente mais preocupado com a qualidade de vida. Mudou o foco,mas, para mim, o vinho é sempre uma delícia.
    Abraços
    Matê,

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Matê

      Então, deitemos na fama do vinho e tomemos os nossos cálices diários, risos.
      Gostaria de ver a reportagem.

      Beijos,

      Lu

      Responder
  4. Luiz Cruz

    Lu,
    O bom vinho é sempre bem vido.
    Como colocado, além do prazer e do paladar poder ser muito útil à saúde.
    Muito bom este texto!
    Abraço,
    Luiz Cruz

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Luiz

      A notícia é ótima para mim, pois adoro um bom vinho.
      E, sendo assim, nada como uma dose todo dia.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *