É PRECISO TER COERÊNCIA NA VIDA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria do Dr. Telmo Diniz

Coerência, do latim cohaerentia, é a relação entre uma coisa e outra. É um conceito que é usado referindo-se a algo que é lógico. Tudo em nossa vida deve ter coerência. Pensamentos e suas ações têm de ter, necessariamente, sentido lógico, para que as coisas caminhem bem – caso contrário… Existem intelectuais e pensadores que difamam a coerência na vida das pessoas. Oscar Wilde, por exemplo, dizia que “a coerência é a virtude dos imbecis” e Nelson Rodrigues falava que “toda coerência é, no mínimo, suspeita”. Humildemente, discordo de ambos, pois coerência para mim é tudo.

É desagradável termos a nosso lado pessoas que dizem uma coisa hoje e, em outro dia, ao se referir ao mesmo tema, dizem outra completamente diferente. A incoerência gera desconfiança e enfraquece as relações, pois lança dúvidas entre a verdade e a mentira, o real e a ficção. Que credibilidade transmite aquela pessoa que não prima pela coerência, em especial se exerce um cargo de chefia? Imagine expressar uma ordem de serviço de um jeito e, quando da execução, fazer de modo completamente diferente.

Na nossa vida, uma lição básica e elementar, tanto para as relações cotidianas quanto para as corporativas, diz respeito à coerência. Coerência faz referência a “ligação, conexão ou nexo entre os fatos e as ideias”. Tudo deve estar interligado e fazendo sentido. Quem é coerente mantém uma mesma linha de pensamento, não dando margem para dúvidas. Se uma pessoa afirmar que seria incapaz de deixar o seu país e, depois de algumas semanas, decide ir viver no estrangeiro, terá tido uma postura incoerente. Em contrapartida, se um futebolista garantir que não faz questão de jogar em outro clube que não o seu e recusa uma oferta milionária de uma equipe adversária, poderíamos dizer que se trata de uma pessoa coerente.

A coerência também está associada àquilo que é perceptível do ponto de vista da lógica. Um político falará com coerência se não fizer promessas em vão, nem distorcer a realidade. O contrário seria se prometesse coisas que não pudesse cumprir. Com isso podemos ver que a grande maioria dos nossos políticos é incoerente.

Dito isso, mantenha coesão e coerência nos seus conceitos e avaliações, no seu comportamento social, nas suas inter-relações profissionais, etc. Fique atento e a postos para evitar cair em contradição. Se expuser ideias ou emitir ordens por engano, retrate-se com um pedido de desculpas e refaça-as. Não seja indiferente, dizendo que não disse o que disse. Se dez pessoas diferentes lhe fizerem a mesma pergunta, nas dez vezes dê a mesma resposta. Ser coerente elevará seu status moral, o respeito e o caráter, bem como facilitará a interlocução com os demais, abrindo caminho e estendendo o tapete do bom trânsito entre amigos, familiares e colegas de trabalho.

Seja coerente para ser feliz. Um provérbio chinês diz que “Somente os tolos exigem perfeição, os sábios se contentam com a coerência.”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *