Ingres – ANGÉLICA ACORRENTADA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

Um detalhe importante é que apenas a versão do MASP é fiel ao poema de Ariosto, deixando claro que a criatura marinha foi dizimada pela luz do escudo mágico. Nas pinturas do Louvre e da National Gallery, no entanto, Rogério mata a fera com uma lança – e não com o escudo. (Simone Catto)

O pintor e desenhista Jean-Auguste-Dominique Ingres (1780-1867) nasceu no sul da França, em Montauban, sendo seu pai um músico amador, escultor e pintor de miniaturas. Ele muito incentivou o filho no seu ingresso no mundo das artes. Ingres passou a estudar na Academia de Arte de Toulouse, antes dos 12 anos de idade, como aluno de Guillaume-Joseph Roques. Aos 16 anos de idade mudou-se para Paris, onde estudou com o mestre Jacques-Louis David, um dos mais famosos neoclássicos franceses, e com quem ele permaneceu quatro anos.

A composição Angélica Acorrentada é uma obra do artista. Faz parte de uma série de estudos feita por ele com a finalidade de pintar “Rogério Libertando Angélica” (presente no Louvre, em Paris), tomando por base o poema “Orlando, o Furioso”, obra de Ludovico Ariosto. Este estudo está presente em solo brasileiro, fazendo parte do acervo do MASP desde 1958, enquanto os demais se encontram em outros museus.

Na referida composição, Angélica, a heroína, encontra-se acorrentada a um recife, oferecida como alimento a um monstro marinho, visto na água a seus pés, à direita. Acima, sob um pano vermelho, está o escudo mágico, responsável pela emissão de uma luz mortal. Angélica, porém, traz no dedo anelar da mão esquerda o anel, dado pelo herói, que a protegerá contra a perigosa luz. Este estudo não apresenta o herói, postado à esquerda, montando um animal fabuloso, mistura de cavalo, águia e leão, combatendo o monstro marinho com uma enorme lança, como no quadro do Louvre.

Ficha técnica
Ano: 1818
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 97 x 75 cm
Localização: Museu de Arte, São Paulo, Brasil

Fontes de pesquisa
Enciclopédia dos Museus/ Mirador
http://peneira-cultural.blogspot.com.br/2013/10/renato-brolezzi-apresenta-ingres-o.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *