Murillo – MENINOS COMENDO MELÃO E UVAS

Autoria de LuDiasBH

mecomeu

A composição Meninos Comendo Melão e Uvas, também conhecida por Crianças que Comem Frutas, é uma obra, em estilo barroco, do pintor espanhol Bartolomé Esteban Murillo, que nutria grande interesse pela pintura religiosa e pela de gênero, embora essa última não fosse muito conhecida na Espanha à época, primando a cidade de Sevilha pelo estilo.

Embora Murilo não expressasse formalmente uma crítica de cunho social através de sua pintura e de certa forma mostrasse o belo na pobreza, ao trabalhar apenas com o aspecto estético, ainda assim ela era exposta, mas sem nenhuma ambição moral ou alegórica. A temática popular, presente em seu trabalho, deixa de lado a idealização para focar a realidade. É provável que o artista, que pintou várias cenas semelhantes, ao fazer uso da pintura de gênero, tenha se deixado tocar pela preocupação intensa dos franciscanos para com os pobres.

Dois garotos de rua, esfarrapados, descalços e sujos, um deles sentado no que parece ser um velho banco de madeira (ou seria um tronco de árvore?), e o outro mais abaixo, sentado no chão, em primeiro plano, divertem-se comendo melão e uvas. Apesar da condição miserável das duas crianças, elas se mostram felizes, saboreando suas frutas.

O menino, sentado à direita, traz no colo um grande melão amarelo, do qual já retirou algumas talhadas: uma na sua mão, outra na mão do companheiro e cascas de duas outras no chão. No pedaço, que traz na mão, são visíveis as marcas de duas bocadas. Sua bochecha esquerda mostra-se inflada com o pedaço da fruta ainda sem ser deglutido. Na mão direita traz uma faca. Virado para a direita, observa seu colega de banquete.

O garoto, sentado no chão, à esquerda, com o braço direito levantado, deposita um cacho de uva na boca, enquanto direciona sua cabeça e olhar para o amigo. Na mão esquerda retém uma fatia de melão, ainda não mordida. À sua direita está um velho cesto de vime, já com a alça rompida, cheio de uvas verdes e maduras. Trata-se de uma primorosa natureza-morta. No chão, o esqueleto de um cacho de uvas mostra que ele já se encontra saboreando o segundo.

Em sua tela, Murillo faz uso do “chiaroscuro”. O fundo escuro da composição projeta ainda mais as duas personagens. A luminosidade destaca as duas crianças e as frutas. A pintura é realisticamente detalhada. As unhas sujas dos garotos mostram o quanto o artista foi meticuloso em sua arte.

Vemos o chiaroscuro magistralmente executado. O fundo escuro contrasta com a luminosidade que é projetada sobre as crianças e as frutas. E tudo isso com um realismo detalhado e meticuloso, outra das características do barroco espanhol, reforçada por uma técnica extraordinária.

Ficha técnica
Ano: 1645/55
Técnica: óleo sobre painel
Dimensões: 155 x 148 cm
Localização: Alte Pinakothek, Munique, Alemanha

 Fontes de pesquisa
Murillo/ Abril Cultural
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann

2 comentários sobre “Murillo – MENINOS COMENDO MELÃO E UVAS

  1. Leila Gomes

    Lu

    Muito realista a pintura do Bartolomé Esteban Murillo. Comer bem não é luxo é para o fluxo honroso da vida.Todos deviam olhar para o alimento como fonte de dignidade e não impregnar à comida frivolidades, poder e ganância.

    Abraços

    Leila

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Leila

      A pintura desse artista espanhol é simples e tocante. É realmente muito realista. A comida é o combustível da vida.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *