Bernhard Strigel – RETRATO DOS FILHOS DE…

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

                               

O pintor alemão Bernhard Strigel (c.1460 – 1528) era descendente de uma família de pintores e xilógrafos, sendo tido como filho do pintor Hans Strigel, o Novo. Foi discípulo de Bartholomäus Zeitblom. O primeiro retrato pintado por ele foi o do Imperador Maximiliano, tendo ficado a serviço desse, em Viena. Foi membro do conselho da cidade de Memmingen, onde nasceu. Ganhou fama entre seus contemporâneos tanto como retratista como pintor de retábulos. É um dos principais representantes da pintura alemã antiga, figurando ao lado de nomes como Albrecht Dürer, Albrecht Aldorfer e Lucas Cranach, o Velho. Com a chegada de novas correntes, o artista sentiu-se fascinado pelo movimento renascentista.

A composição Retrato dos Filhos de Konrad Rehkinger é a metade direita de um gigantesco díptico (visto no todo no quadro em tamanho menor), que apresenta os oito filhos de Konrad Rehkinger. A parte esquerda do díptico apresenta o genitor, em tamanho natural. Bárbara, esposa de Rehkinger e mãe das crianças, havia morrido cerca de dois anos antes da confecção desta pintura. As inscrições, situadas na parte inferior dos painéis, mostram o ano em que a obra foi feita. A seguir a descrição da parte em que se encontram as crianças.

A grande prole é dividida em quatro meninas e quatro meninos. O numeral visto acima da cabeça indica a idade de cada criança. Embora todos os presentes usem vestidos, comuns à moda da época, as meninas usam um traje marrom bem mais comprido, com enfeites vermelhos, sobre uma camisa branca. Trazem os cabelos arranjados numa longa trança dourada, jogada para trás, e na cabeça usam uma fita bordada. Os meninos, por sua vez, vestem vestidos verdes, sobre uma camisa luxuosamente trabalhada, e calçam sapatilhas pretas. Têm os cabelos cortados retos na altura da orelha e usam pastinhas curtíssimas. O menor deles traz o cabelo bem mais curto. A pintura mostra se tratar de uma família piedosa.

Uma janela abre-se para uma paisagem, na parte esquerda da pintura, mostrando a Virgem Maria, carregando seu Menino Jesus, sobre uma densa nuvem, tendo atrás de si um círculo dourado. Ela usa um vestido azul e, sobre ele, um longo manto vermelho, e traz na cabeça sua coroa de Rainha. Cinco anjos seguram seu manto. Abaixo, no solo,  há uma grande árvore,  próxima à qual se vê uma figura humana maior e outras menores mais ao longe. Mais adiante está o mar, que parece encontrar-se com o céu na linha do horizonte.

Ficha técnica
Ano: assinado e datado de 1517
Técnica: óleo sobre madeira
Dimensões: 209 x 101 cm (possivelmente)
Localização: Pinacoteca de Munique, Alemanha

 Fontes de pesquisa
Enciclopédia dos Museus/ Mirador
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *