Pisanello – A VIRGEM E O MENINO COM…

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

aviseom

O medalhista, desenhador e pintor italiano Pisanello (1395–1455) tinha como nome original o de Antonio di Pucci Pisano. Foi criado em Verona, mas estudou em Veneza com o mestre Gentile Fabriano, servindo-lhe de assistente nos trabalhos do palácio do Dodge. Mudou-se para Florença e de lá foi para Roma, após a morte da mãe. Veio a tornar-se um dos pintores mais importantes de seu tempo, sendo chamado para executar trabalhos nas cortes de Mântua, Ferrara e Milão. Também trabalhou em Nápoles para o rei Afonso de Aragão. Em razão de sua pintura que unia a elegância e a delicadeza, aliada a uma alegre narrativa e uma observação afiada da natureza, Pisanelio tornou-se um dos maiores representantes do Gótico Internacional.

A pintura do artista, denominada A Virgem e o Menino com São Jorge e Santo Antônio Abade  mostra o encontro de São Jorge (à direita), exemplo de virtude, com Santo Antônio Abade (à esquerda), protetor contra a peste a lepra, sob a presença da Virgem com o seu Menino em sua visão fulgurante.

Maria encontra-se acima da cena entre os dois santos, meio de perfil, como se flutuasse no ar dentro de uma enorme esfera de luz dourada da qual emergem muitos raios de ouro que se contrapõem à cena abaixo, dando luminosidade ao dia.  Apenas metade de seu corpo é vista. Suas vestes trazem as cores e as formas do Gótico Internacional. Ela traz o seu Menino nos braços. Abaixo, na terra, tendo como fundo uma floresta, estão São Jorge e Santo Antônio Abade.

O santo à direita usa uma complexa armadura, com uma cruz nas costas e traz na cabeça um grande chapéu, mostrando que se trata de um cavaleiro com posses. Pisa nas asas do dragão, cuja cabeça toca sua perna direita. Parte das cabeças de dois cavalos é vista à sua direita. O santo à esquerda é um velho eremita de expressão irritadiça que se apresenta curvado, trazendo nas mãos um sino, o qual toca com um galho de árvore. Um halo dourado circunda sua cabeça. A seus pés está um porco que, assim como o sino, é também seu atributo. A relação entre ambos é formal.

Pisanello mostra a sua capacidade artística sobretudo no chapéu de São Jorge, na pintura da volumosa e arredonda armadura e pelos maravilhosos efeitos da luz sobre o metal, mas não apresenta uma figura convincente com a santidade. Uma floresta serve de pano de fundo para a cena.

Ficha técnica
Ano: 1435-1441
Técnica: têmpera sobre madeira
Dimensões: 29,2  x 47 cm
Localização: Galeria Nacional, Londres, Grã-Bretanha

Fonte de pesquisa
Enciclopédia dos Museus/ Mirador
Obras-primas da arte ocidental/ Taschen
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.