Turner – BARCO APROXIMANDO-SE DA COSTA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

turner1

Turner também teve visões de um mundo fantástico, banhado de luz e resplendente beleza, mas, em vez de calmo, o seu era um mundo cheio de movimento, em vez de harmonias singelas, exibia aparatoso deslumbramento. (E.H. Gombrich)

A composição Barco Aproximando-se da Costa encontra-se entre as do final da carreira de Turner. A abordagem que faz aqui da luz, da atmosfera, da cor, do movimento dramático e da emoção mostra o porquê de ter tantos seguidores, desde os impressionistas até os expressionistas abstratos, e de ter impulsionado vários movimentos artísticos. A busca do artista pelo sublime reflete-se nas suas obras tardias.

Nesta tela, Turner coloca o sol como centro do tema. Ele gera uma voragem refulgente, como se consumisse tudo em derredor, até mesmo os barcos a vela que parecem fugir em busca da costa. A cor é responsável por dimensionar a força dos fenômenos naturais. O brilho auriginoso do sol toma conta de toda a tela, invadindo todos os espaços, até mesmo as águas de azul profundo, que são divididas em duas partes, recebendo as ondas de um amarelo-laranja. O céu é uma mistura de branco, amarelo, laranja, azul e cinza.

É interessante notar que o pintor, para repassar a ideia da impetuosidade de que foi tomada a natureza, trabalhou a tela com agressividade, ao espalhar suas pinceladas.

Ficha técnica
Ano: c.1840-45
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: não encontrada
Localização: Tate Gallery, Londres, Reino Unido

Fonte de pesquisa
Os pintores mais influentes do mundo/ Editora Girassol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *