A QUEDA DOS CONDENADOS (Aula nº 68 D)

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

                                             (Clique duas vezes na imagem para ampliá-la.)

O pintor Peter Paul Rubens partiu para a Itália, quando estava prestes a completar 30 anos de idade e ali conheceu várias cidades.  Ao regressar à Antuérpia já havia aprendido tudo sobre pintura: manejo dos pincéis e tinta, representação de nus, armaduras, joias, animais, paisagens, etc. Tinha preferência pelos painéis gigantescos, usados para decorar igrejas e palácios. Era um homem de vasta cultura, dono de uma mente brilhante, um erudito clássico, ilustrador de livros, colecionador de arte e antiguidades e também diplomata. Falava e escrevia várias línguas e tinha aptidão para a oratória e a diplomacia. Internacionalmente conhecido, Rubens recebia tantas encomendas que foi necessário criar um ateliê com muitos alunos e assistentes para ajudá-lo. Na arte executou com maestria todas as categorias pictóricas: pintura sacra, histórica, mitológica, paisagística, pintura de gênero e naturezas-mortas. Foi um artista completo, um dos mais inovadores e versáteis do período barroco. Suas pinturas caracterizam-se pelas cores arrojadas, composições dinâmicas e pinceladas vigorosas. Hoje estudamos uma de suas obras-primas que se encontra entre as 50 pinturas mais famosas do mundo. Primeiramente é necessário acessar o link Rubens – A QUEDA DOS CONDENADOS e ler o texto com muita atenção, sempre voltando a esse quando se fizer necessário.

  1. Esta composição do pintor barroco Peter Paul Rubens é conhecida pelos nomes abaixo, exceto:

    1. A Queda dos Condenados
    2. A Queda dos Anjos Rebeldes
    3. A Expulsão do Paraíso
    4. A Expulsão dos Anjos Caídos

  2. Sua temática é:

    1. mitológica
    2. histórica
    3. científica
    4. religiosa

  3. Esta composição retrata:
     
    1. Diferentes cenas sobre a expulsão dos anjos rebeldes.
    2. O início do julgamento dos anjos desobedientes.
    3. Só uma cena isolada sobre a expulsão dos anjos caídos.
    4. O Julgamento dos homens no Juízo Final.

  4. Todas as alternativas acerca da temática da pintura estão corretas, menos:

    1. Os anjos maus estão sendo lançados ao Inferno.
    2. Uma massa de corpos flutuantes decai.
    3. É grande o número de corpos que despenca.
    4. É possível detalhar seus contornos e feições.

  5. Sobre a monumental e complexa composição de Rubens não se pode afirmar que:

    1. Uma densa massa de corpos parece repassar uma forte vibração.
    2. Um grande número de condenados está sendo expulso da Terra.
    3. O Arcanjo Miguel é o responsável por chefiar a expulsão dos maus.
    4. Os corpos nus dos anjos maus estão sendo lançados ao Inferno.

  6. Para dar maior dramaticidade à cena, o pintor fez uso da técnica:

    1. da perspectiva
    2. do claro e escuro
    3. da figura serpentinata
    4. de cores quentes

  7. Sobre o uso da técnica acima, não é possível afirmar que:

    1. Encontra-se presente em pouquíssimos campos da composição.
    2. É usada nos corpos e nas nuvens, distantes da luminosidade do céu.
    3. À medida que se aproxima do Inferno amplia-se o uso do escuro.
    4. O escurecimento do Inferno objetiva reforçar a queda no submundo.

  8. Todas as afirmativas sobre esta obra estão corretas, exceto:

    1. Encontra-se entre as 50 pinturas mais famosas do mundo.
    2. Seu esboço foi feito com giz em dourado e vermelho.
    3. Após esboçá-la o artista pintou sobre a lona, usando tinta a óleo.
    4. Presume-se que Rubens tenha tido a ajuda de um assistente.

  9. Sobre os anjos caídos não se pode dizer que:

    1. Caem em queda livre.
    2. Despencam em diferentes posições.
    3. Predomina a postura de cabeça para baixo.
    4. Alguns deles apresentam-se vestidos.

  10. A expulsão dos anjos rebeldes faz parte de uma crença tradicional, bastante difundida na ……………… Diferentemente das representações de Jesus Cristo como juiz, tais pinturas não levam em conta a perspectiva do perdão.

    1. arte grega
    2. arte egípcia
    3. arte cristã
    4. arte românica

  11. Em meio a um raio de luz entre nuvens escuras está ………………. que lança os corpos ao Inferno.

    1. Jesus Cristo
    2. o Arcanjo Miguel
    3. a Virgem Maria
    4. o Espírito Santo

  12. Segundo a visão cristã (o pintor era católico devoto), esses anjos se rebelaram contra Deus, apoiando:

    1. Lúcifer
    2. Judas, o Traidor
    3. Herodes
    4. Pôncio Pilatos

  13. O professor de História da Arte David Feedberg analisou esta pintura de Rubens como sendo “As montagens mais brilhantes de carne exuberantemente nua na arte……………..”.

    1. oriental
    2. antiga
    3. contemporânea
    4. ocidental

  14. Esta composição sofreu um atentado em 1959, século ……….., quando um vândalo jogou ácido sobre ela, mas não lhe causou nenhum dano que não pudesse ter sido reparado.

    1. XVIII
    2. XIX
    3. XX
    4. XXI

Gabarito
1.c / 2.d / 3.c / 4.d / 5.a / 6.b / 7.a / 8.b / 9.d / 10.c / 11.b / 12.a / 13.d / 14.c

2 pensou em “A QUEDA DOS CONDENADOS (Aula nº 68 D)

  1. Marinalva Autor do post

    Lu

    A Queda dos Anjos Rebeldes, condenados e lançados ao abismo, retrata uma crença da arte cristã. O colorido das superfícies não é comum. O artista usa o claro escuro nas formas e muita dramaticidade, enfatizando a escuridão com nuvens negras, destacando a queda dos corpos, distantes da claridade celeste, exatamente como o artista quer passar sua mensagem . Trata-se de uma obra muito inteligente e perspicaz.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Marinalva

      Esta maravilhosa pintura de Rubens é realmente muito dramática, como você bem explica. Imagino como deve ter impressionado as pessoas da época, se isso ainda acontece até os dias de hoje.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *