A ARTE DA CARICATURA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH
prof.1
A palavra caricatura é originária do italiano “caricare”, que significa carregar, no sentido de extrapolar, exagerar. Segundo o Aurélio, “a caricatura é um desenho que, pelo traço, pela escolha dos detalhes, acentua ou revela certos aspectos caricatos de pessoa ou fato, sendo o caricaturista aquele que faz caricaturas.”. O termo caricatura apareceu pela primeira vez em 1646, com o objetivo de nomear as séries de desenhos satíricos de Agostino Carracci. No início, a caricatura era vista como mero divertimento, vindo aos poucos se transformando numa importante atividade artística.

Embora seja muito comum nos depararmos hoje com a caricatura de políticos, principalmente, nos jornais e revistas, essa não é uma arte nova. As sátiras sociais, apresentadas através das caricaturas, já estavam presentes, principalmente, a partir do século XVIII, feitas por importantes artistas. É muito comum o uso de elementos caricaturais nas artes gráficas contemporâneas. Embora constitua um gênero de cunho satírico, a caricatura não é obrigatoriamente cômica.

A caricatura tem como tema um personagem (pessoa ou animal) real ou um fato, que, normalmente, encontra-se em destaque na mídia, em que certos aspectos são exagerados, com o objetivo de satirizar ou despertar o burlesco. O caricaturista, que trabalha com o desenho, enfoca a personagem ou o fato, mas exagera nas suas características, dando destaque a algumas delas, de modo a provocar o riso. Os políticos e os artistas são um prato feito para os artistas da caricatura.

Alguns estudiosos acreditam que a caricatura é “mãe” do expressionismo, movimento artístico e cultural de vanguarda, que surgiu na Alemanha no início do século XX, pois, através dela, o artista é capaz de captar as impressões deixadas na face do indivíduo, ali fixadas através dos anos, de acordo com a sua índole ou estado emocional. O mais interessante é que um bom caricaturista não precisa de muitos traços para personificar o indivíduo. Para os críticos, os atributos principais de um exímio caricaturista são o máximo de expressividade com um mínimo de traços.

O italiano Annibale Carracci é considerado um dos maiores expoentes da caricatura, sendo o pioneiro na História da Arte a fazer uso dela, abrindo mão da idealização. E Pier Leone Ghezzi foi um dos primeiros a dedicar-se, quase que integralmente, à realização de caricaturas. James Gillray e Thomas Rowlandson são dois grandes nomes da caricatura inglesa. E Honoré Daumier foi um grande artista francês dessa arte. Grandes nomes da pintura também foram caricaturistas, como Tiepolo, Puvvis de Chavannes, Picasso e, até mesmo Monet foi caricaturista no início de sua carreira. Atualmente, grandes nomes de caricaturistas destacam-se internacionalmente, tais como: Sebastian Kruger, Jan Opdebeeck, Mulatire, entre outros.

Nota: A ilustração do texto trata-se de uma caricatura de Honoré Daumier, referente à Conferência de Londres, 1830, quando foram redefinidas as fronteiras da Bélgica, Luxemburgo e Países Baixos. O artista representou cada um dos embaixadores como um animal, sendo o embaixador francês, Talleyrand, a lebre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *