AS DOENÇAS DE INVERNO

Autoria de Dr. Telmo Diniz

escravo123456

O inverno é a estação mais fria do ano, que chega trazendo asma, bronquite, faringite, amidalite, rinite, gripes e resfriados. É o tempo dos narizes entupidos, dos olhos avermelhados, das tosses e de outros incômodos gerados pela queda de temperatura e baixa umidade. Até aí, nada de novo. Todo mundo já se prepara para enfrentar algumas dessas que são conhecidas como as doenças de inverno. O que é pouco divulgado é que essas doenças geralmente não ocorrem somente através da transmissão, como ocorre nos resfriados e nas gripes, mas também podem ocorrer em organismos que estão com uma imunidade mais baixa.

Isso pode acontecer por diversas razões, entre elas e, principalmente, por deficiências nutricionais, como a falta de vitaminas, sais minerais e outros elementos essenciais para o bom funcionamento de nossa máquina. Uma parcela razoável da população se alimenta mal e neste período fica mais vulnerável a todo tipo de ataque.

Durante o inverno, cai a umidade relativa do ar, ou seja, o tempo fica mais seco e, portanto, as pessoas com baixa imunidade poderão desenvolver infecções de repetição ou processos alérgicos dos mais diversos. Muitas vezes, sintomas como fraqueza, desânimo e mal estar, que em geral são confundidos com uma gripe, podem ser simplesmente falta de algum nutriente vital para o funcionamento do organismo, em especial do sistema imunológico.

 Portanto, o ideal é que, nesta época do ano, mais ainda que em outras estações, a pessoa cuide bem de sua alimentação. Alguns alimentos são capazes de aumentar a nossa imunidade, criando a defesa necessária ao nosso organismo. Para uma perfeita harmonia nutricional, devemos ingerir alimentos ricos em vitamina C, que é um antioxidante que estimula a resistência, responsável pelo aumento da atividade imunológica do corpo.

 Coma colorido
 Devemos consumir frutas cítricas (laranja e limão), morango, kiwi, acerola, brócolis, couve, pimentão verde e vermelho e os vegetais folhosos em geral. O ácido fólico, que auxilia na formação dos glóbulos brancos (leucócitos), é encontrado em vegetais verdes escuros (brócolis, couve, espinafre), no fígado e no feijão. Não podemos deixar de consumir o zinco e o selênio que são micronutrientes responsáveis em melhorar a imunidade e que estão presentes em alimentos como carnes, cereais integrais, castanhas, sementes e leguminosas (feijão, lentilha, ervilha e grão de bico). A vitamina “A” tem ação anti-inflamatória, por isso, procure consumir cenoura, abóbora, fígado, espinafre cozido, melão, brócolis e mamão.

 Tem preguiça de decorar o que tem cada alimento? Então coma o mais colorido e variado possível, pois irá ingerir os mais diversos nutrientes, deixando seu corpo blindado neste inverno. Não teve jeito e já ficou gripado e resfriado, ou algo que equivalha? Uma boa dica é o uso de chás que contêm substâncias que vão ajudar no combate aos sintomas como mal-estar geral, tosse, congestão nasal, entre outros. Confira abaixo, duas receitas indicadas para os dias mais frios e para combater os sintomas dos resfriados.

 Receita 1
– Um pedaço pequeno de gengibre
– 10 gotas de própolis
– 1 limão
– 1 1/2 xícara de água

Lave bem os todos os ingredientes. Em uma panela, coloque o gengibre picado e a água. Leve ao fogo. Deixe ferver por cinco minutos, acrescente as gotinhas de própolis e desligue o fogo. Adicione o limão em rodelas ou o suco, e abafe. Quando estiver morno, coe e beba.

Atenção:
Nunca ferva o limão, para evitar o gosto amargo, nem guarde o chá por muitas horas.

Receita 2
– 2 folhas de eucalipto
– Uma colher de chá rasa de alecrim
– Algumas folhas de hortelã
– 1 1/2 xícara de água

Lave bem as ervas, coloque-as em uma panela, adicione a água e leve ao fogo. Quando ferver, desligue o fogo e deixe abafado. Tome morno.

Nota: imagem copiada de ballaioo.blogspot.com

10 comentários sobre “AS DOENÇAS DE INVERNO

  1. Sinara

    O pior do inverno é para as crianças, principalmente os bebês. Hoje o meu pequeno Victor Gabriel teve que tomar antibiótico na veia, porque está com sinusite.
    Abraços,

    Sinara

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Sinara

      É verdade, sem falar também nos idosos. O bom mesmo é seguir as dicas do Dr. Telmo.

      Abraços,

      Lu

      Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Leila

      O Dr. Telmo sempre nos traz informações e receitas simples, mas de muita utilidade. Já estava sentindo sua falta.

      Abraços,

      Lu

      Responder
        1. LuDiasBH Autor do post

          Leila

          Também é muito prazeroso para mim contar com a sua presença sempre tão querida.

          Abraços,

          Lu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *