Caravaggio – A ANUNCIAÇÃO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

ven.12

Caravaggio, o grande mestre da luz e das trevas, não poderia deixar de pintar a Anunciação, tema tão comum à época em que viveu o artista. E, como sempre fazia, usou a imagem das pessoas encontradas na rua para fazer seus personagens: o anjo anunciador e a Virgem Maria são tirados do meio do povo.

O anjo flutua sobre uma nuvem escura em direção à Virgem. Não possui a graciosidade da maioria dos querubins vistos em outras Anunciações. Ao contrário, ele é grande e musculoso, mostra ombro e braço direitos nus e vigorosos, assim como a perna direita. É apresentado como se fosse uma pessoa comum. Encontra-se numa posição superior à da Virgem e parece bem mais volumoso do que ela. Seu rosto está quase todo escondido. O cabelo é avermelhado. A vestimenta simples do mensageiro está amarrada na cintura por uma faixa, com um grande nó nas costas.Traz na mão esquerda os tradicionais lírios brancos, símbolo da virgindade de Maria e, com a direita, faz um gesto de saudação a ela, logo acima de sua cabeça, tendo o dedo indicador bem levantado.

Maria está curvada, de joelhos, diante da nuvem escura onde se encontra o anunciador. Uma cadeira de madeira encontra-se atrás dela, ao lado de uma cama desarrumada e sobre a qual desce um cortinado. Está com a cabeça baixa, envolta por um lenço, de modo que não olha para o anjo. Seu rosto demonstra seriedade e tristeza, como se se achasse incapaz de dar conta de tamanha responsabilidade. Ela se parece com uma mulher comum, pois nenhum atributo identifica a sua divindade, nem mesmo a auréola, presente em outras pinturas com o mesmo tema. À sua frente está um cesto com roupas, confirmando a sua humildade.

Ao contrário das representações vistas do tema, Caravaggio exclui da sua composição a presença de Deus Pai e da pomba representando o Espírito Santo. Esta pintura sofreu grandes danificações, tendo que ser refeita, restando muito pouco das pinceladas do grande artista.

Ficha técnica:
Ano: 1609
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 285 x 205 cm
Localização: Museu de Belas Artes, Nancy, França

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *