Dalí – A ÚLTIMA CEIA

Autoria de LuDiasBH

daliceia

O pintor espanhol Salvador Dalí buscou na composição homônima de Leonardo da Vinci inspiração para compor a sua tela A Última Ceia. Fez uso também da “divina proporção”, usada pelo pintor italiano.  Sua cena está contida num retângulo. Uma imensa janela ao fundo, representada por um dodecaedro (figura geométrica de 12 lados, que sua vez são pentágonos, ou seja, possuem cinco ângulos cada um) domina toda a composição.

Jesus Cristo e seus 12 apóstolos estão reunidos numa sala moderna, envidraçada. Ele ocupa o centro da mesa de pedra, o centro da tela e o centro do pentágono frontal do dodecaedro. Cristo está de frente para o observador, contudo, seu corpo translúcido permite ver o mar e um barco, o que indica que ele não mais é humano, mas divino. A sensação que temos é de que seu corpo emerge de dentro do mar. Diante de Cristo, sobre a mesa, estão: um copo com vinho e as duas bandas do pão já repartido, o que nos permite concluir que Dalí pintou o momento da Eucaristia. A presença dos barcos no mar remete aos “pescadores de homens”.

A mesa é formada por um bloco retangular. Doze apóstolos debruçam-se sobre ela, sendo três à esquerda de Cristo e três à direita. Nas suas extremidades estão quatro apóstolos, sendo dois de cada lado. De costa para o observador estão mais dois deles. Todos estão com as cabeças baixas. Um dos apóstolos diverge dos demais, ao usar uma toga amarela. O pintor queria, com certeza, diferenciá-lo. Portanto, tanto pode ser Pedro, o fundador da Igreja, ou Judas, o traidor.

No alto, com a cabeça invisível e com parte do tronco visível e os braços abertos, Deus Pai humanizado, abraça toda a cena, como se aguardasse a chegada do Filho, que se encontra entre os homens. Ao fundo, um mar tranquilo com rochas espalhadas e um céu cheio de nuvens compõem o segundo plano da tela.

Não poderia ser um quadro de Salvador Dalí, se não provocasse polêmica. O fato é que muitos críticos atribuem o rosto de Cristo como sendo o de Gala. Ao contrário dos apóstolos, que somente possuem cabeça e mãos à vista, um fino manto cobre apenas a parte direita do tronco do Mestre.

Ficha técnica
Ano: 1955
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 166,7 x 267 cm
Localização: National Art Gallery, Washington, EUA

Fontes de pesquisa
Dalí/ Coleção Folha
Dalí/ Abril Coleções

2 comentários sobre “Dalí – A ÚLTIMA CEIA

  1. Mário Mendonça

    Lu Dias
    Parabéns pela aula “grátis” que tens nos trazido sobre os mestres da pintura.
    Também vejo Jesus como sendo Gala nesta obra.
    Fico me perguntando porque será que ele inseriu num Santa Ceia, mar e montanhas
    Será que Dali era ateu?

    Abração

    Mário Mendonça

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Mário

      No início de sua carreira, convivendo com Buñel, Dalí dizia-se comunista e ateu.
      Depois, ao se tornar famoso, ele mudou totalmente, entrando numa fase mística.
      Inclusive denunciou Buñel como ateu, fazendo com que ele perdesse seu emprego.
      Eles se tornaram inimigos.
      Você terá mais informações na postagem de hoje.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *