Goya – O COLOSSO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBh goya123

O Colosso é mais uma das obras enigmáticas de Goya, onde predominam as cores escuras. Na época, a Espanha havia sido invadida pelo exército francês de Napoleão Bonaparte. Por outro lado, o pintor era acusado de ser “afrancesado”. Portanto, o quadro é fruto de momentos muito difíceis na vida do artista.

A figura central da obra é o gigante nu, de punhos cerrados e rosto semioculto, em meio a um céu tempestuoso, e que parece atravessar as montanhas, de costas para as pessoas e os animais, que se encontram no vale. O tamanho diminuto dos demais personagens contrapõe-se com o tamanho colossal  do estranho ser.

Pessoas e animais são visto em louca correria, nas mais diferentes direções, num salve-se quem puder, ou pernas para que as quero. O pânico é generalizado, ou melhor, quase, pois um jumentinho branco, com arreios, no canto inferior da composição, permanece quieto, como se nada estivesse acontecendo.

Existem muitas teorias criadas na tentativa de decifrar esta composição. Em algumas, o jumento branco seria o rei, noutras seria o povo, que nunca percebe o que está acontecendo.

Eu fico cá pensando com os meus botões, se o pintor não representou Napoleão Bonaparte, que andava abocanhando tudo, na figura do gigante, sendo o asno parado o medíocre Fernando VII?

Dados técnicos
Ano 1808 – 1812
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 116 x 105 cm
Museu do Prado, Madri, Espanha

Fontes de pesquisa
Goya/ Abril Coleções
Goya/ Coleção Folha
Goya/ Editora Manole Ltda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *