Goya – O HOMEM ENFEITIÇADO

Autoria de LuDiasBH

ohoen

A composição O Homem Enfeitiçado, também conhecida como O Homem Enfeitiçado à Força, é uma obra do artista espanhol Francisco José de Goya, um dos grandes nomes da pintura espanhola. Faz parte de uma série de seis pinturas sobre bruxaria, que ele pintou para a Alameda do Duque de Osuna. O pintor, em muitas de suas telas, revelou a ignorância, a superstição e o medo que afligia o homem de sua época.

Goya retrata aqui uma cena da comédia “El Hechizado por Fuerza”, obra do dramaturgo Antonio de Zamora, retirada do segundo ato da peça. O medroso Don Claudio, o protagonista, é lavado a pensar que se encontra enfeitiçado e, portanto, é necessário que mantenha uma lâmpada a óleo acesa, pois, se ela apagar, ele morrerá. Na inscrição, postada na parte inferior direita da pintura, é vista parte das palavras “Lampada Descomunal” (Lâmpada Extraordinária)

O artista representa na sua pintura a parte da encenação teatral em que os burros dançam, como pano de fundo. Na pintura, três enormes burros são reproduzidos na parede, como se estivessem dançando. Em primeiro plano estão o bode e o homem.

 O bode esverdeado, de pé na extrema esquerda da tela, apenas com metade do corpo visível, representando o diabo, apresenta uma lamparina vermelha ao homem, para que ele ponha óleo, a fim de mantê-la acesa. A figura de preto mostra-se tremendamente assustada, com os olhos salientes e com a mão esquerda sobre a boca, enquanto enche a lamparina.

 Ficha técnica
Ano: c. 1798
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 42,5 x 30,5 cm
Localização: Galeria Nacional, Londres, Grã-Bretanha

Fontes de pesquisa
Enciclopédia dos Museus/ Mirador
http://www.wga.hu/html_m/g/goya/4/414goya.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *