KAMA SUTRA – EXISTE UMA POSIÇÃO IDEAL?

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

sexamo

Muitos ensinamentos têm existido ao longo dos tempos, com o objetivo de levar ao gozo supremo do sexo. O Kama Sutra, ou Kamassutra, é o mais antigo e conhecido deles. Mas nós, que vivemos numa época bem distante de seu aparecimento, e em um país onde temos muitas informações sobre o assunto, sabemos que a satisfação sexual passa por caminhos bem diversos daqueles que nos ensinam os Kama Sutras da vida.

No hinduísmo, os prazeres da carne são enaltecidos, quando usufruídos pela nobreza, sem, contudo, deixar de mostrar a primazia do macho. Em contrapartida, o cristianismo tomou um caminho inverso, em que o sexo passou a ser tabu, sendo visto como “pecado” tudo aquilo que se relaciona ao corpo material. E, como sabemos, os extremos são sempre muito perigosos, quaisquer que sejam eles.

Em qualquer tempo ou em qualquer crença, os sarcofóbicos (aqueles que temem a carne) são muito mais perigosos que os sarcofílicos (aqueles que são amantes da carne), pois é da intolerância que nascem todas as mazelas do espírito. Sabiamente disse Tomás de Aquino: “Os pecados do espírito são muito mais graves do que os pecados da carne”, contrapondo-se ao credo cristão, que usou a negação do sexo como poder de salvação.

O sexo demanda muito mais que um amontoado de regras para se tornar prazeroso. Bem mais que um número elevado de piruetas. Sem falar que a teoria nem sempre corresponde à prática. Existem erros abissais entre ambas. Bem mais importante do que dominar “n” posições, é saber qual é a posição real que um e outro ocupam dentro do coração, em admiração, respeito e carinho, sem fugir do contexto de um mundo tão pluralístico em que vivemos.

Essencial é o conhecimento que se tem do próprio corpo, assim como a sensibilidade em perceber os próprios limites e compreender e respeitar os limites do outro. Somente nessa posição se é capaz de viver o prazer da química corporal, sem se preocupar em ser malabarista. A própria natureza se incumbe de ensinar o resto, pois um beijo de quem nos completa vale mais do que uma noite, em que os nossos sentidos navegam por mares desconhecidos, mas sem florescer, na companhia de quem não nos acrescenta um décimo de côvado. Pois, junto com aquele que nos é especial, não temos a necessidade de recorrer a qualquer tipo de manual. O corpo tem a sua própria linguagem. E fiquem certos de que ela é bastante sábia para nos guiar, bastando para isso que tenhamos sensibilidade.

Pode-se, ser um “expert” na arte do amor sem, contudo, ser amado. O amor carnal e espiritual entre duas pessoas ultrapassam os limites do natural. Muitas vezes, nem mesmo sabemos o porquê de amarmos uma pessoa em vez de outra. São mistérios! O grande poeta indiano, Rabindranath Tagore, mostra-nos, em um de seus poemas, a magia do amor romântico:

“Diz-me se isto é verdade, minha amada, diz-me se é verdade.
Quando estes olhos fulguram, as negras nuvens em teu peito dão tempestuosa resposta.
É verdade que os meus lábios são doces como o botão do primeiro amor consciente?
Permanecem em mim recordações dos passados meses de maio?
Estremece a terra em cantos ao toque de meus pés, como se harpa fora?
É então verdade que gotas de orvalho vem dos olhos da noite quando sou visto, e luz a da manhã se alegra quando envolve meu corpo?
Que quando afinal me encontrasse o teu longo desejo achou paz em minha fala, em meus lábios, em meus olhos, em meus cabelos?
É então verdade que o mistério do Infinito se estampa no pequenino espaço da minha fronte?
Diz-me, amor, é verdade tudo isto?”

Nota: Imagem copiada de http://portalaltos.com.br

6 comentários sobre “KAMA SUTRA – EXISTE UMA POSIÇÃO IDEAL?

    1. LuDiasBH Autor do post

      Ilan

      Que bom saber que você gostou do artigo. Há mais coisas interessantes. Agradeço a sua visita e comentário. Volte sempre.
      Abraços,

      Lu

      Responder
  1. Moacyr Praxedes

    Lu, concordo plenamente com você. Numa relação a dois existem coisas muito mais importantes do que piruetas…
    Beijos

    Moacyr

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Moá

      Se malabarismo fosse a questão, os artistas circenses seriam os melhores amantes… risos.

      Beijos,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *