Michelangelo – HIST. HERÓICAS / CAPELA SISTINA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

ui1

 ui12ui123ui1234ui12345

                                                               (Clique nas imagens para visualizá-las)

Em nenhuma outra parte da história da pintura o corpo humano preencheu de modo tão forte e grandioso o papel de receptáculo para a transmissão do drama humano e espiritual, com seu profundo e universal significado, combinando a teologia cristã e os protótipos clássicos. (David Gariff sobre os afrescos da Capela Sistina)

Dispostas nos quatro ângulos da abóboda da Capela Sistina estão quatro cenas retratando os heroicos e milagrosos acontecimentos da história do povo de Israel, tomando como base o texto do Antigo Testamento. Elas representam a Igreja triunfante. No esquema abaixo, a localização dos afrescos corresponde à cor azul-marinho, relativa aos números: 4, 6, 44 e 46.

  • O Suplício de Amã
    Ester era a esposa judia do rei persa Assuero. Um tio de Ester, Mardoqueu, denunciou uma conspiração contra a vida do soberano. Amã, grão-vizir do rei, incitou-o a vingar-se, matando todos os judeus, sendo que Mardoqueu seria enforcado. Mas Ester, depois de invocar a misericórdia de Deus, conseguiu a revogação do decreto e também que Amã fosse castigado. O Suplício de Amã refere-se ao Livro de Ester. A pintura representa a vitória sobre todos os inimigos da Igreja, e é assim dividida: a) à esquerda, Ester encontra-se à mesa com Assuero e Mardoqueu, e denuncia Amã; b) no centro acontece a execução de Amã; c) à direita , Assuero ouve a leitura das crônicas e pede um de seus criados para chamar Mardoqueu. (Localização 4)
  • A Serpente de Bronze
    Vagando pelo deserto, os israelitas começaram a reclamar de sede, cansaço e de fome, murmurando contra Moisés e blasfemando contra Deus. Irritado com suas queixas, Deus enviou-lhes serpentes venenosas como castigo. Os sobreviventes pediram ajuda a Moisés, a quem Deus ordenou que construísse uma serpente de bronze e a erguesse como um mastro. Bastava olhar para ela e a vítima do veneno era curada. À direita, as pessoas estão sendo picadas pelas serpentes, e à esquerda estão sendo curadas do veneno. A Serpente de Bronze refere-se ao texto do Livro dos Números. Esta cena representa o poder milagroso da Igreja. (Localização 6)
  • Davi e Golias
    A batalha de Davi e Golias é uma das histórias mais conhecidas da Bíblia. Golias era um gigante filisteu, inimigo do povo de Israel, que, confiando na sua superioridade, desafiava o exército israelita a enviar um competidor para lutar contra ele. Ninguém aceitava a proposta, até que Davi resolveu aceitar o desafio, acertando-o com uma pedrada de sua atiradeira. Esta cena representa a vitória da fé. (Localização 44)
  • Judite e Holofernes
    Judite era uma jovem e piedosa viúva, que saiu da cidade cercada, dirigindo-se ao acampamento do exército inimigo e, com sua beleza, envolveu o general assírio Holofernes, inimigo de seu povo. Ele se embriagou durante um banquete e teve sua cabeça cortada pela heroína.  Na pintura, encontra-se um guardião dormindo, enquanto Judite e sua criada carregam a cabeça do carrasco. Alguns críticos de arte julgam que a cabeça de Holofernes seja um autorretrato do Michelangelo. Esta cena representa a liberdade e a justiça divina. (Localização 46)

Fontes de pesquisa:
Renascimento/ Taschen
Gênios da Arte/ Girassol
Tudo sobre Arte/ Sextante
Arte em Detalhes/ Publifolha
Grandes Pinturas/ Publifolha
Grandes Mestres/ Abril Cultural
Os Pintores mais Influentes/ Girassol
Góticos e Renascentistas/ Abril Cultural
Grandes Mestres da Pintura/ Coleção Folha
1000 Obras da Pintura Europeia/ Könemann

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *