O PUXA-SACO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

saco

O puxa-saco sempre age em benefício próprio. É um bajulador por excelência, cônscio dos ganhos que virão num futuro bem próximo. E pior, ele só exerce tal “profissão” enquanto tem uma ligação com o sujeito de sua adulação. Uma vez não mais sob as suas asas, parte para novo ninho. Nasce daí a raiva que muitos dedicam ao puxa-saco.

É comum alguns acharem que o puxa-saco é uma pessoa ingênua, subserviente, com a autoestima baixa, à cata de admiração. Eu, particularmente, não penso assim. Eu o acho um espertalhão, que segue todo um cronograma para alcançar seus objetivos. Todo o servilismo que demonstra não passa de um álibi para enganar os tolos. Trata-se de uma pessoa perigosíssima que remove tudo que estiver em seu caminho. Não há meio que tenha mais puxa-sacos do que o político. Em segundo ficam as empresas. Haja estômago!

Certa vez, ao ouvir a mãe chamar um dos colegas de “puxa-saco”, o filhinho de minha amiga Lúcia esbugalhou os olhos e perguntou:

– Mãe, não dói?

Conta-se que esta expressão nasceu em meio aos militares. Os soldados, que levavam os sacos de roupas dos oficiais em viagem, eram chamados de “puxa-sacos”. Daí para o bajulador foi um pulo.

(*) Imagem copiada de liaschaf.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *