Pintor Anônimo – O DÍPTICO DE WILTON

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

odidewi

A composição O Díptico de Wilton – também conhecida como Ricardo II Apresentado à Virgem e ao Menino pelos seus Santos Protetores é uma obra pertencente ao estilo Gótico Internacional,  cujo pintor é desconhecido, sendo chamado de Mestre Díptico Wilton. Alguns críticos de arte dizem que se trata de uma obra francesa e outros dizem ser ela uma obra inglesa, tendo seu autor conhecimento da arte francesa praticada nas cortes francesas. Mesmo a sua data é baseada em hipóteses. Este díptico foi pintado para o rei Ricardo II, da Inglaterra. Foi criado em dois painéis de madeira, unidos por duas dobradiças.

No painel à direita, a Virgem Maria, de pé com seu Menino nos braços, está rodeada por onze anjos, sendo dois ajoelhados e o restante de pé. A cena se passa num campo florido, como mostram as flores aos pés da Virgem, retratadas com bastante fidelidade. Todas as figuras encontram-se vestidas de azul, excetuando o Menino Jesus que usa um pequeno manto amarelo. Ele abençoa o rei Ricardo II ajoelhado na outra tela.

Os anjos usam coroas de flores, enquanto a Virgem e Jesus trazem halos dourados. Cada anjo traz na túnica próximo ao ombro direito o emblema inglês. Sete anjos com suas enormes asas levantadas separam a cena do fundo dourado da composição. Um dos anjos carrega uma bandeira com a cruz de São Jorge símbolo do Reino Unido. Acima, na ponta da haste onde se encontra a bandeira, uma esfera de metal traz impressos um pequeno mapa da Inglaterra e um castelo. A cena é cheia de movimentos.

No painel à esquerda, o rei Ricardo II encontra-se ajoelhado, sendo apresentado à Virgem por seus santos padroeiros que se encontram de pé, atrás dele. Os santos trazem seus respectivos atributos:  Eduardo, o Confessor, segura o anel ganho de um peregrino; São Edmundo Mártir segura a flecha que o matou; e São João Batista traz um cordeirinho o Cordeiro de Deus. Eles se encontram num espaço aberto de chão rochoso, com plantas ao fundo, à direita. A cena é muito calma.

O díptico está unido por duas dobradiças, podendo ser fechado para conservar a pintura. Quando cerrado, apresenta nos reversos dos painéis, à direita, um veado branco com uma coroa de ouro rodeando seu pescoço emblema de Ricardo II e à esquerda o brasão de armas de Eduardo, o Confessor, cruzado com as armas da Inglaterra. Esta rica e preciosa obra da época medieval possui muitos detalhes feitos com folha de ouro. As vestes e os ornamentos em azul presentes na Virgem e nos anjos foram feitos com pigmentos de lápis-lazúli, uma pedra semipreciosa muito cara à época. O vermelho da roupa de Ricardo II também foi feito com um pigmento muito valioso. A moldura é original.

Ficha técnica
Ano: c. 1395 -1399

Técnica: têmpera no painel
Dimensões: 45,7 x 29,2 cm (sem a moldura)
Localização: Galeria Nacional, Londres, Grã-Bretanha

Fontes de pesquisa
Enciclopédia dos Museus/ Mirador

https://es.wikipedia.org/wiki/Díptico_de_Wilton
http://www.arqfdr.rialverde.com/5-Edad_Media/Em_Ilustr15.htm
http://www.viajeporlondres.com/londres/museos/nationalgallery/pinturas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *