Ticiano – RETRATO DE ELEONORA GONZAGA

Autoria de LuDiasBH

redeg

A composição Retrato de Eleonora Gonzaga é uma obra do pintor italiano Ticiano, tido como o mais importante pintor veneziano do período denominado “Cinquecento”. O artista trabalhou para as importantes famílias Gonzaga, Este, Farnese e Rovere. Foi também pintor da corte do Imperador Carlos V, do Papa Paulo III e de Filipe II.

Eleonora Gonzaga, Duquesa de Urbino, posa ao lado de uma janela, que se abre para uma paisagem de montanhas.  Encontra-se suntuosamente trajada com um vestido negro de gola quadrada e mangas bufantes, bordado com dourados. Uma camisa branca de tecido trabalhado, com gola de renda e punhos iguais, completa a vestimenta. Sua postura, elegante e altiva mostra sua alta posição social. Encontra-se coberta de joias: brincos de ouro e pérolas, um cordão de ouro com pingente similar aos brincos, dois anéis em cada mão (nos dedos mindinho indicador), e um cinto dourado. Um penteado pomposo enfeita-lhe a cabeça. Suas feições aristocráticas levam a supor que tenha uma personalidade muito forte. Ela não encara o observador, mas olha-o de esguelha.

Um relógio, simbolizando a temperança e a posição social da retratada, e um cãozinho, simbolizando a fidelidade, encontram-se sobre uma mesa forrada com um tapete verde. O animalzinho quebra um pouco da ostentação da duquesa. Este retrato acompanha o de seu marido Francesco Maria della Rovere, duque de Urbino. A duquesa foi uma das mais importantes clientes de Ticiano.

Ficha técnica
Ano: 1517
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 114 x 102 cm
Localização: Galleria deglu Uffizi, Florença, Itália

Fontes de pesquisa
A Enciclopédia dos Museus/ Mirador
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *