Ticiano – VÊNUS E ADÔNIS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

venado

A composição denominada Vênus e Adônis é uma obra do pintor italiano Tiziano Vacellio, conhecido por Ticiano. O artista pintou várias cenas mitológicas, sendo esta, à sua época, considerada como a mais erótica de todas, levando em conta, principalmente, a compressão das nádegas da deusa. Chamam a atenção na obra, sobretudo, o domínio rico e sutil das cores e a habilidade do artista ao trabalhar diferentes nuanças.

Em sua pintura, o artista apresenta a cena ao ar livre. Vênus, histérica e superprotetora, suplica ao jovem mortal Adônis, por quem havia se apaixonado perdidamente, que não vá caçar, pois animais ferozes, como os leões e os javalis, não se deixarão levar pela sua beleza. Ela o enlaça pelo tronco, enquanto o moço mostra-se numa posição de quem está irredutível na sua intenção de partir, com o corpo inclinado para frente e com a perna direita numa larga passada, sem se compadecer com os rogos da deusa, que se mostra de costas para o observador, com sua insinuante beleza. Adônis segura seus três belos cães de caça, ávidos para partir, e sua flecha. O impaciente gesto do jovem  caçador e o movimento protetor da deusa são um presságio de que uma tragédia iminente estaria prestes a abater-se sobre eles.

Abaixo de uma árvore, Cupido, o deus do amor, filho de Vênus com o deus Marte, dorme profundamente, alheio à cena. No tronco de outra árvore estão dependurados seu arco e sua aljava carregada de setas. No céu, o deus Sol envia seus raios, como se iluminasse a cena.

Ficha técnica
Ano: 1553-1554
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 186 x 207 cm
Localização: Museu do Prado, Madri, Espanha

Fontes de pesquisa
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann
Enciclopédia dos Museus/ Mirador
Ticiano/ Taschen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *