Velázquez – CRISTO NA CRUZ

Autoria de LuDiasBHBacobb

A obra Cristo na Cruz foi solicitada a Velázquez por Filipe IV, segundo contam, como uma forma de ele se penitenciar por um sacrilégio cometido, ao se envolver com uma jovem freira.

Cristo parece imbuído de uma profunda paz, já tendo passado seu sofrimento. Seu corpo possui uma beleza apolínea, destacada ainda mais pelo fundo escuro da composição. Sua cabeça coroada de espinhos, está tombada para a direita de seu corpo,  enquanto parte de seus cabelos escuros acompanham a mesma direção, cobrindo-lhe metade do rosto. Um lençol branco cinge-lhe uma pequena parte do corpo.

Os pés de Cristo encontram-se apoiados numa base de madeira, onde se encontram afixados com dois grossos cravos. O sangue escorre pelos dedos, pela base e atinge o madeiro. As mãos, também seguras por dois pregos, embebem a cruz com o sangue. O ferimento abaixo do peito  e os  ocasionados pela coroa de espinhos respingam sangue pelo corpo.

Numa tabuleta, na parte superior da cruz, está escrito “Jesus Nazareno, Rei dos Judeus”, por extenso, em três línguas: hebreu, latim e grego. Uma auréola de luz circunda a cabeça de Jesus, como símbolo de sua divindade.

O pintor usou um modelo vivo e uma cruz verdadeira para criar sua obra.

Ficha técnica
Ano: c. 1632
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 248 x 169 cm
Localização: Museu do Prado, Espanha, Madri

Fontes de pesquisa
Velázquez/ ArtBook
Velázquez/ Coleção Folha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *