AS MARAVILHAS DO AÇAFRÃO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

 Autoria do Dr. Telmo Diniz

Conheça as propriedades medicinais dessa planta.

O açafrão-da-terra (Curcuma longa), conhecido também como cúrcuma (ou curcuma), turmérico, raiz-de-sol, açafroa ou açafrão-da-índia, é uma planta herbácea da família do gengibre, originária da Índia e da Indonésia. Da sua raiz, obtém-se um tempero muito utilizado como condimento ou como corante de cor amarelo forte. É uma das plantas mais pesquisadas até hoje. Suas propriedades medicinais e estudos estão sendo revisados de forma exaustiva. É um fitonutriente com poderosas propriedades terapêuticas, sendo seu principal componente a curcumina – responsável pelas ações anti-inflamatórias.

Essa ação anti-inflamatória consiste, basicamente, na inibição de potentes enzimas que são parte importante do processo de inflamação – cicloxigenase (COX-2) e lipoxigenase (LOX-5) – e, consequentemente, promove a melhora da famosa tríade inflamatória – dor, calor e rubor. Daí seu uso em quadros de artrites ter resultados satisfatórios.

O açafrão pode ajudar a reduzir o risco de doenças do coração através de sua ação antioxidante, que combate o excesso de radicais livres, responsáveis diretos pelos quadros de aterosclerose. A curcumina possui efeito positivo sobre a agregação plaquetária – “deixa o sangue mais ralo” – e ajuda a modular a pressão arterial. A atividade anticancerígena é caracterizada por um bloqueio no crescimento descontrolado de células cancerosas, induzindo-as à apoptose, ou seja, ao suicídio das células neoplásicas. Esta atividade anticancerígena da curcumina ainda não está completamente bem estabelecida.

A cúrcuma apresenta, ainda, ação antidepressiva, aumentando a disponibilidade de alguns neurotransmissores no cérebro, como a serotonina e a dopamina, envolvidas na indução do sono e regulação dos níveis de humor com consequente redução dos sintomas depressivos. Pode também ser útil na redução da inflamação que ocorre no córtex cerebral de pessoas com doença de Alzheimer.

O açafrão tem papel importante na prevenção de diferentes doenças como alguns tipos de câncer (como de estômago, por exemplo), mas também atua como coadjuvante na precaução de diversas outras, como artrites, alergias, diabetes, etc.
O consumo do açafrão pode ser em forma de tempero (pó ou em fatias da raiz). A quantidade diária ideal é de duas a três rodelas. Na forma de pó, a quantidade diária ideal é de uma colher de chá ao dia (aproximadamente 5 g). Sua toxicidade é baixa, porém, consumos exagerados (acima de 10 g por dia) podem causar sintomas como náusea e desconforto gástrico.

O uso de cápsulas de cúrcuma também pode ser uma opção. Neste caso, a utilização concomitante com a piperina (pimenta negra) aumenta sua absorção em nível intestinal, e isso aumentará sua potência anti-inflamatória. Claro que seu uso em forma de cápsulas deve ser feito com acompanhamento médico ou de nutricionista. É importante frisar que nenhuma suplementação substitui um estilo de vida saudável com a prática de atividades físicas e uma alimentação balanceada. 

2 pensou em “AS MARAVILHAS DO AÇAFRÃO

  1. Luiz Cruz

    Olá, Lu!

    Aqui em casa usamos sempre o açafrão em vários pratos, além de colorir e alegrar a comida, utilizamos como tempero enriquecedor. Às vezes ralamos a raiz e utilizamos em saladas, dá uma sabor especial. Aproveitamos todos os seus benefícios para a SAÚDE.

    Muito bom e obrigado por compartilhar este texto.

    Abração,

    Luiz Cruz

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Luiz

      É bom que todos tomem conhecimento dessas maravilhas e delas façam uso, ao invés de ficarem comprando remédios. Eu tomo junto com o iogurte também.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *