Bassano – ENTRADA DOS ANIMAIS NA ARCA…

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

                                                 (Cliquem na imagem para ampliá-la.)

O pintor italiano Jacopo Bassano (c. 1517-1592), cujo nome verdadeiro era Giacomo da Ponte, nasceu numa família de pintores. Estudou com o pai, Francesco Bassano, o Velho, e também como Bonifazio Veronese em Veneza. Foi influenciado por Ticiano, Lorenzo Lotto, Tintoretto, pelos maneiristas, entre outros. Suas obras mostram uma luminosidade esplêndida, exatidão nos detalhes e elementos narrativos simples. No início de seus trabalhos sua pintura possuía um estilo mais popular, contudo, com o passar dos anos, ela foi evoluindo até encontrar uma síntese perfeita, próxima do colorido de alguns dos grandes mestres italianos, como Tintoretto e Veronese, com figuras vibrantes. O artista é tido como um dos mais representativos do final da Renascença veneziana, pioneiro nas pinturas paisagísticas venezianas.

A composição intitulada Entrada dos Animais na Arca de Noé é uma obra do artista. Apresenta a figura bíblica de Noé, responsável pela construção da Arca, segundo o Antigo Testamento (livro maior dos cristãos) a ordenar o desfile majestoso de animais que sobem a rampa, antes da chegada do dilúvio. A cena acontece no nascer do dia, momento antes de ter início o dilúvio.

Noé, figura mais importante da pintura, encontra-se de joelhos. Ele recebe os primeiros raios de sol da manhã que antecede o dilúvio. Encontra-se no centro da composição, barbudo e usando uma túnica vermelha. Está acompanhado de sete membros de sua família em meio aos mais diversos casais de animais.

A maioria dos animais caminha em direção à Arca, enquanto outros ainda descansam, esperando pacientemente a sua vez. Apesar do grande rebuliço da partida, não há sinal de desordem. Todos parecem tomados por grande paciência. O céu encontra-se repleto de aves das mais diferentes espécies que voam em direção à Arca, onde encontrarão o abrigo esperado, a fim de que suas espécies não sejam extintas. Outras tantas estão numa grande árvore, próxima à subida da rampa.

Todas as figuras humanas trazem a cabeça voltada para baixo, atentas aos seus afazeres para a partida, excetuando Noé que olha em direção à entrada dos animais na Arca. No meio da rampa encontra-se um casal de felinos – leão e leoa.

A Arca localiza-se na extremidade da tela e não na parte central. O artista mostra em seu trabalho apenas uma pequena parte dela. Somente são vistos seu flanco, uma grande rampa e uma porta que serve de entrada e onde se vê uma figura masculina responsável por receber os bichos.

O mais importante para Jacopo Bassano era mostrar os animais e não a arca. Sendo assim, não havia a necessidade de inseri-la por inteiro na composição, mas tão somente fazer uma leve menção a ela. Presume-se que, para criar os animais com tanta perfeição, o artista deva ter feito um estudo sobre eles antes, o que mostra o quanto era um excelente desenhista. Esta pintura é tida como uma das primeiras abordagens do artista em relação aos temas do Antigo Testamento que mais tarde seriam objeto de diferentes versões por sua oficina, onde trabalhavam seus filhos.

Ficha técnica
Ano: c. 1570
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 207 cm x 265 cm
Localização: Museu del Prado, Madri, Espanha

Fontes de pesquisa
O livro da arte/ Martins Fontes
1000 obras-primas da pintura europeia/ Editora Konemann

2 comentaram em “Bassano – ENTRADA DOS ANIMAIS NA ARCA…

  1. Adevaldo R. de Souza

    Lu

    Muito bonito este quadro do artista Jacopo Bassano com destaque para a iluminação, apesar da desproporcionalidade dos personagens, como por exemplo um ganso maior do que um leão. Todas as vezes que vejo um quadro sobre esse tema questiono: como fazer para alimentar tantos bichos de várias espécies?

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Adevaldo

      A sua pergunta leva à seguinte resposta: tudo não passa de mito da religião. Quanto ao pássaro, você é um excelente observador.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.