Mestres da Pintura – FRA FILIPPO LIPPI

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

Ao invés de estudar, ele passava todo o tempo rabiscando desenhos em seus livros e nos dos outros, o que naturalmente levou a que o monsenhor lhe desse todas as oportunidades possíveis para que aprendesse a pintar. (Giorgio Vasari)

 O trabalho de Masaccio foi profundamente importante para Filippo Lippi – deu-lhe uma maneira profundamente nova de pensar sobre representação, sobre como mostrar figuras, usar luz e sombra para trazer um sentido de forma e presença e dar a colocação de figuras em um o mundo que foi fundado na gravidade. (Jeffrey Ruda)

O pintor italiano Fra Fillipo Lippi (c.1406 – 1469) – também conhecido apenas como Lippo Lippi – perdeu seus pais quando ainda era criança, indo morar com uma tia que, por ser muito pobre, internou-o num mosteiro carmelita vizinho, portanto, ele entrou para a ordem do Carmelo quando era ainda muito criança. Embora não tivesse feito a escolha de ser um frade, ele foi treinado para seu um, o que lhe possibilitou desenvolver sua vocação artística. Ali permaneceu até os 30 anos de idade.

Vivendo no Mosteiro de Santa Maria del Carmine (Florença/Itália), Fra Fillipo Lippi teve a oportunidade de acompanhar os artistas Masolino e Masaccio que ali trabalhavam na pintura de afrescos. Em razão de seu grande interesse, o prior do convento permitiu que ele aprendesse a pintar. O contato com esses dois grandes artistas viria a influenciá-lo grandemente, como mostram seus trabalhos iniciais. Na cidade de Pádua  recebeu a sua ordenação.

Fra Filippo Lippi trabalhou na cidade de Veneza e depois na de Florença, onde realizou inúmeras encomendas para a família dos Medici, pois suas obras haviam se tornado muito populares. Mudou-se depois para Prato, onde foi capelão de Santa Margarida. Ali trabalhou em grandes afrescos para a capela-mor da catedral da cidade. Veio depois a trabalhar em afrescos para a catedral de Spoleto, porém morrendo antes de completá-los, cabendo tal incumbência aos discípulos de sua oficina. Dentre seus alunos estavam seu filho Fillipino Lippi e Sandro Boticelli.

O pintor, após um tempo em Prato, foi obrigado a abandonar a ordem do Carmelo, pois havia se envolvido com uma noviça de nome Lucrecia Buti, com quem teve seu único filho – Filippino Lippi – que viria a ser aluno e assistente de Sandro Botticelli em Florença, após a morte do pai e veio a tornar-se um dos grandes pintores de Florença. E assim como seu pai, tornou-se mais conhecido como pintor de afrescos.

Fra Filippo Lippi é tido como um dos mais importantes sucessores de Masaccio. Ao lado de Fra Angelico, ele é tido como um dos mais formidáveis pintores de afrescos de sua época.

Fontes de pesquisa
1000 obras-primas da pintura europeia/ Ed. Könemann
Renascimento/ Editora Taschen
https://en.wikipedia.org/wiki/Filippo_Lippi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *