Teste – A ARTE DO IMPRESSIONISMO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

O Impressionismo — movimento artístico que pertenceu ao período entre 1860 e 1890 — teve origem na união de um grupo de artistas com ideias afins que se reuniam nos cursos de arte e nos cafés de Paris no início na década de 1860. A esse grupo juntaram-se outros alunos entusiasmados com as novas concepções artísticas, ficando o grupo conhecido posteriormente como “os impressionistas”. O que interessava a esses pintores era retratar a vida moderna como a viam num determinado instante, ou seja, a captura da impressão do momento no qual estavam presentes os fugitivos efeitos da luz solar, ao incidir sobre os objetos e a paisagem, ficando as figuras sem contornos nítidos. Ao pintar sob tais condições, suas obras pareciam inacabadas sob o olhar do século XIX, ainda afeito ao academicismo.

    1. O Impressionismo surgiu após Realismo, antecedendo o:

      1. Romantismo.
      2. Pontilhismo.
      3. Pós-Impressionismo.
      4. Cubismo.

  1. Os impressionistas revolucionaram a Arte com sua técnica de pintura que, a princípio, causou surpresa por:

    1. ser uma vertente do Romantismo.
    2. seguir as características do Maneirismo.
    3. remeter à cultura greco-romana.
    4. não se ater aos dogmas do academicismo.

  2. São características da pintura impressionista, exceto:

    1. cores usadas puras em pequenas de pinceladas.
    2. uso de contornos escuros e telas gigantescas.
    3. contraste de luz e sombra obtidos pelo uso de cores complementares.
    4. predileção pela pintura feita ao ar livre (plein air)

  3. A pintura ao ar livre buscava captar os efeitos e mudanças que a luz solar causava, ao incidir sobre os objetos e a paisagem, deixando as figuras:

    1. com contornos mais fortes.
    2. sem contornos nítidos.
    3. sem nuances de cores.
    4. sempre na sombra.

  4. A origem da palavra “impressionismo” veio de uma crítica feita ao quadro de Claude Monet (visto acima), intitulado:

    1. Impressão: Sol Nascente.
    2. Tormenta em Belle-Isle.
    3. Baile do Moulin de la Golette.
    4. Terraço em Saint-Adresse.

  5. Apenas um dos artistas abaixo não pertence ao Impressionismo:

    1. Claude Monet.
    2. Théodore Rousseau.
    3. Edgar Degas.
    4. Pierre-Auguste Renoir.

  6. O Impressionismo foi se manifestar no Brasil um pouco mais tarde, por volta de 1920, trazido da França pelo pintor e designer ítalo-brasileiro:

    1. Lasar Segall.
    2. Di Cavalcanti.
    3. José Ferraz de Almeida Júnior.
    4. Eliseu d’Ângelo Visconti.

  7. No Impressionismo brasileiro também se destaca Almeida Júnior com suas pinturas ingênuas de interior. Uma das obras mais famosas desse artista é:

    1. Moça no Trigal.
    2. Caipira Picando Fumo.
    3. Estrada de Ferro Central do Brasil.
    4. Cinco Moças de Guaratinguetá.

  8. Ao estudar a incidência de luz sobre a paisagem, o pintor Claude Monet pintou:

    1. várias vezes a mesma paisagem em horários diferentes.
    2. sob a luz de lampiões a gás e sob a luz de velas
    3. com Renoir, Degas e Pissarro a mesma paisagem.
    4. somente em dias nublados, ao amanhecer.

  9. As gravuras japonesas, surgidas na França, serviram como influência para os impressionistas porque:

    1. mostravam cenas da vida cotidiana.
    2. apresentavam cores vivas e ousadas.
    3. possuíam traçados simples e composições dinâmicas.
    4. Todas as alternativas estão corretas.

Obs.: Reforce seus conhecimentos com artigos referentes a este estilo:
A ARTE DO IMPRESSIONISMO (I)
A ARTE DO IMPRESSIONISMO (II)
A ARTE DO IMPRESSIONISMO (III)
Degas – A AULA DE DANÇA
Eliseu Visconti – MOÇA NO TRIGAL
Monet – MULHER COM SOMBRINHA
Monet – REGATAS EM ARGENTEUIL
Renoir – BAILE NO MOINHO DA GALLETE

Gabarito
1c / 2d / 3b / 4b / 5a / 6b / 7d / 8b / 9a / 10d

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *