Giuseppe Arcimboldo – FLORA, A NINFA

Autoria de LuDiasBH

flonin

Sou eu Flora ou só flores?/ Se flores, como de Flora/ No rosto tenho o riso? E se sou Flora,/ Como é Flora só flores?/ Ah, flores não sou; eu não sou Flora./ Melhor, sou Flore e flores;/ Porém, essas flores forma Flora, e Flora as flores./ Sabes como? Douto pintor transforma flores em Flora e Flora em flores. (Don Gregorio Comanini)

A composição Flora, A Ninfa é uma obra maneirista (estilo de arte europeia que depois foi substituída pelo barroco) do famoso pintor italiano Giuseppe Arcimboldo, retratista oficial na Casa dos Habsburgos. Ela é toda composta por flores, pétalas e folhas, que compoem parte da vestimenta da ninfa.

Os quadros Flora, a Ninfa e “Vertumnus” são tidos como os mais famosos do artista, tendo sido pintados por ele em seus úlimso anos de vida. Ambos foram enviados para Rudolfo II. O monarca ficou tão encantado com o trabalho do pintor, que o gratificou com uma de suas ordens mais famosas.

Flora, A Ninfa foi pintada, quando Giuseppe já se encontrava em Milão, e não mais estava a serviço da Casa dos Habsburgos. Contudo, o artista aceitou o pedido do imperador Rudolfo II para que continuasse a trabalhar para ele . Há duas versões desta pintura, sendo que a primeira encontra-se desaparecida. A segunda foi feita dois anos depois da criação da primeira.

A pintura foi enviada ao Imperador, de Milão para Praga, acompanhada de um poema (na introdução do texto) feito por Gregorio Comanini, poeta e historiador italiano.

Ficha técnica
Ano: c. 1591
Técnica: óleo sobre madeira
Dimensões: 72,8 x 56,3 cm
Localização: coleção particular

Fonte de pesquisa
Arcimboldo/ Editora Paisagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *