INFARTOS x JOGOS DA COPA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria do Dr. Telmo Diniz

   copa3x1   copa3x1BRASIL  copa3x1BRASILVITORIOSO

Estamos em plena Copa do Mundo e a adrenalina só tende a crescer. Além de todas as tensões já provocadas, passando pela escalação dos jogadores, os jogos trazem também grandes emoções aos torcedores e ao coração de todos.

Um estudo realizado por pesquisadores da USP analisou dados do sistema único de saúde (SUS) entre os anos de 1998 e 2010 e percebeu um aumento na incidência de infartos em dias de jogos do Brasil. Segundo o levantamento da universidade, entre os Mundiais de 1998, 2002, 2006 e 2010, foram mais de 155 mil internações registradas pelo SUS, sendo que os ataques cardíacos durante os jogos da seleção brasileira aumentaram em 16%.

O trabalho intitulado “Copa do Mundo de Futebol como Desencadeador de Eventos Cardiovasculares” apontou um incremento em mais de 1/4 nos casos de internação por problemas cardiovasculares, em jogos com participação da seleção brasileira.

O jogo é, por si só, um fator de estresse, pois serve de gatilho para o aumento da pressão arterial e da frequência cardíaca. Esses eventos em pessoas saudáveis não acarretam problemas, mas em pessoas com fatores de risco, e sem a acompanhamento médico, podem provocar sérios danos ao coração.

Fatores de risco

Os principais fatores de risco para infartos são os problemas cardíacos já diagnosticados:
• a hipertensão arterial,
• o diabetes,
• o colesterol e/ou triglicerídeos aumentados,
• sedentarismo,
• obesidade ou sobrepeso,
• tabagismo
• e histórico familiar de cardiopatia prévia.

Tudo na vida gera estresse, desde ganhar na loteria (muita alegria) até a perda de parentes queridos (tristeza sem medida). Uma Copa do Mundo, ainda no Brasil, gera grandes estresses. Durante fortes emoções, o organismo libera adrenalina e cortisol, que aumentam a pressão arterial, a frequência cardíaca, e consequentemente o esforço do músculo cardíaco. Uma sequência de eventos cardiovasculares pode desencadear uma isquemia do miocárdio, que em ultima análise significa um “ataque do coração”.

Se você tem problemas cardíacos e fatores de risco citados acima, saiba que alguns pontos são importantes para evitar essa desagradável surpresa, não somente, mas principalmente durante os jogos da Copa:
• Primeiramente tenha certeza que sua pressão arterial esteja estável e controlada.
• Preste atenção à qualidade do seu sono, pois dormir melhor ajuda a diminuir o estresse.
• Não exagere na bebida. Baixas doses podem induzir o relaxamento, porém em doses maiores fazem o contrário, aumentado a tensão arterial e os riscos cardíacos.
• Não fume ou diminua o hábito tabagístico, pois isso reduz em até 40% as chances de ter infartos.
• Evite tomar muito café, pois a cafeína acelera os batimentos cardíacos e aumenta a pressão arterial.

Aproveite o jogo como situação de confraternização e não de angústia. Aceite a derrota (se isso ocorrer). Não dá pra ganhar sempre! Se você tem sérios problemas cardíacos e não consegue se controlar nas emoções, deve rever sua posição de assistir aos jogos. Isso pode ser uma questão de vida ou de morte.

2 comentários sobre “INFARTOS x JOGOS DA COPA

  1. Patricia

    Ótimo texto. Muito oportuno para os dias em que vivemos. Controlar emoções com os nossos jogadores, o melhor é não assistir aos jogos.

    Grande abraço.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Pat

      Haja emoção!
      Todas as seleções fazem suas torcidas passarem por sufocos.
      Haja coração!

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *