KRISHNA ERGUE O MONTE GOVARDHAN

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH shiva9

O Bhagavata Purana trata-se de um dos textos purânicos da literatura sânscrita indiana, que significa “O Livro de Deus”. A gravura acima faz parte de uma das ilustrações do livro, de autoria de Ustad Sahibdin (c. 1690). Conta o mito que:

Indra, o deus védico do trovão, encontrava-se muito aborrecido com os aldeões que viviam na região de Vraja, pois esses deixavam de adorá-lo para adorar o monte Govardhan. Indignado, enviou um dilúvio para castigá-los. Contudo, Krisna, um pastorzinho do lugar, salvou os animais e os aldeões, levantando a montanha com seu dedo, durante sete dias e sete noites. Assim, o vilarejo passou incólume pelo dilúvio.

Decifrando a pintura:

  • Krishna, o deus supremo, ocupa o centro da composição. Seu corpo azul está enfeitado por diversas joias. Na cabeça, ele traz uma rica coroa como símbolo de sua majestade na terra, onde governa acima de todas as coisas, apesar de levar uma vida simples de pastor. Um dos dedos da mão esquerda de Krishna levanta a montanha, o que prova a sua força descomunal e seu poder.
  • Na parte superior direita da composição, Indra, o deus vingativo, monta um elefante branco de nome Airavata. Um servo protege-o com uma sombrinha. Em torno dele e sobre a montanha, nuvens escuras e raivosas estão prontas para desabar sobre a aldeia, como castigo.
  • À direita de Krishna, seis mulheres olham com veneração para o deus, excetuando uma delas, que dirige o olhar para o bebê em seus braços. E à sua esquerda, outras cinco mulheres fazem o mesmo, excetuado uma delas que observa quatro homens assentados na grama.
  • Três pastores fazem parte da cena, com suas capas pretas listradas de branco. O mais velho deles, ostentando uma longa barba branca, encontra-se assentado debaixo de uma árvore; outro retira leite de uma vaca malhada, assentado sobre sua capa; o terceiro acompanha o nascimento de um bezerro.
  • São muitos os animais pintados na composição. Duas ovelhas brancas parecem olhar estupefatas para o monte que Krishna sustém no dedo. No primeiro plano, encontram-se 4 vacas e, possivelmente, dois touros avermelhados que trazem um enfeite dependurado na cabeça. Um bezerrinho mama em sua mãe, enquanto outro parece surpreso com a presença do ordenhador. Uma das vacas dá cria sob o olhar atento do pastor.

Dados técnicos
Tinta sobre papel 28,5cm x 20cm
British Museum, Londres
Reino Unido

Fonte de pesquisa:
Tudo Sobre Arte/Editora Sextante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *