Michelangelo – MOISÉS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

moi     mois

Conta-se que após terminar de esculpir a estátua de Moisés, Michelangelo passou por um momento de alucinação diante da beleza da escultura. Bateu com um martelo na estátua e começou a gritar: Perché non parli? (Por que não falas?) (Wikipedia)

Visito diariamente o Moisés, e acho que poderia escrever umas poucas palavras sobre ele. Ao longo de três semanas solitárias de setembro, detive-me diariamente na igreja diante da estátua, estudei-a, medi-a, sondei-a, até que me veio a compreensão que só ousei expressar no papel anonimamente.  (Freud)

Moisés é uma das esculturas, realizada pelo genial Michelangelo, para adornar o mausoléu de Júlio II. Esta obra, juntamente com a Pietà do Vaticano e Davi, constitui o ponto mais alto da arte escultural do artista. Embora fosse o sonho de Michelangelo terminar a monumental sepultura do papa, apenas a gigantesca estátua de Moisés, de 2,35 de altura, foi colocada no túmulo, o suficiente para dar ao monumento grande destaque e fama.

Moisés, profeta israelita da Tribo de Levi, encontra-se grandioso e solene,  sentado, segurando com o braço direito as duas Tábuas da Lei, contendo os Dez Mandamentos ou Decálogo, enquanto o braço esquerdo descansa no seu colo. Os dois chifres, representados em sua cabeça, simbolizam os dois raios de luz que a cingem, ao descer do Monte Sinai. Com a cabeça virada para a esquerda, tem o olhar perdido ao longe, buscando pela figura de Deus. Sua longa e farta barba desce-lhe pelo tronco, sendo tocada por sua mão direita. Seu pé direito apoia-se no chão, enquanto o esquerdo apoia-se no chão apenas parcialmente, segurando a perna levantada. Ele se encontra elegantemente vestido, tendo suas vestes dobraduras perfeitas, com destaque para uma delicada tela que lhe cobre a perna direita.

Michelangelo entregou a estátua totalmente acabada, tendo todas as suas partes polidas, incluindo os detalhes, além de ter apresentado uma anatomia perfeita. A escultura fica na Basílica de San Pietro in Vincoli, Roma.

Segundo alguns estudiosos de arte, Michelangelo retrata o momento em que o profeta deixa o Monte Sinai, com as tábuas da lei nos braços, e depara-se com seu povo adorando um bezerro de ouro. Mas o psicanalista Freud acredita que se trata do momento em que Moisés consegue controlar a sua ira e, em vez de quebrar as Tábuas da Lei, mantém-se calmo e comedido. Freud diz:

“Dessa maneira, [Michelangelo] acrescentou algo de novo e mais humano à figura de Moisés; de modo que a estrutura gigantesca, com a sua tremenda forca física, torna-se apenas a expressão concreta da mais alta realização mental que é possível a um homem, ou seja, combater com êxito uma paixão interior pelo amor de uma causa a que se devotou”.

Curiosidade:
Ao observar a estátua, é possível perceber que Moisés tem um par de chifres na cabeça, logo acima dos olhos, nascendo por baixo dos seus cabelos. A explicação para isso pode estar na tradução errada de “karan” (cornos) em vez de “keren” (raios de luz), feita por São Jerônimo para o latim.

Ficha técnica:
Data: 1515
Material: mármore
Altura: 2,35 m
Localização: Basílica de San Pietro in Vincoli

Fontes de pesquisa:
Gênios da Arte/ Girassol
Grandes Mestres da Pintura/ Coleção Folha
Grandes Mestres/ Abril Cultural

8 comentários sobre “Michelangelo – MOISÉS

  1. Alvimar

    É lindo. Fala sobre as reações que a obra de Michelangelo provoca. A Capela Sistina é famosa por este motivo também. Muitos relataram uma sensação de mal estar provocada pelo excesso da beleza e grandiosidade da obra. Foi pintando a Capela que Michelangelo adquiriu problemas sérios de saúde. Ele se doou inteiramente na realização da pintura, que ocupa toda a capela. Este é o exemplo de total entrega e de amor mais consistente que eu encontro na história da arte. Essa estátua e a do Rei Davi, estão entre as mais perfeitas esculturas já feitas no mundo.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Alvimar

      Trata-se de uma obra maravilhosa.
      Moisés parece prestes a se levantar e sair andando.
      Há também uma série de textos sobre a pintura da Capela Sistina aqui no blog.
      Veja em MESTRES DA PINTURA no ÍNDICE GERAL.
      Você irá gostar, pois descrevo tudo.

      Abraços,

      Lu

      Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Valter

      Já fiz a correção.
      Muito obrigada!

      Será sempre um prazer recebê-lo aqui.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  2. Graças

    A arte de Michelangelo é incrível e incomparável!
    Convido alguns amigos que não conhecem a obra a aproveitar a oportunidade, pois só se ama quando se conhece.Tire a venda dos seus olhos e se informe.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Graças

      Que artista maravilhoso foi Michelangelo!
      O seu trabalho deixa-nos extasiado.
      A função deste blog é exatamente esta: fazer com as pessoas tirem a venda dos olhos e tomem conhecimento de um mundo maravilhoso que se descortina através das diferentes formas de arte.
      Aqui temos uma série de trabalhos de Michelangelo (Veja MESTRES DA PINTURA, no ÍNDICE GERAL, inclusive as pinturas do teto da Capela Sistina).

      Fiquei muito feliz com a sua visita.
      Volte mais vezes e traga seus amigos.

      Grande beijo,

      Lu

      Responder
  3. Edward Chaddad

    LuDias

    Michelangelo foi um dos maiores gênios artísticos do mundo. A frase “Nem Freud explica.”, talvez seja muito aperfeiçoada para todas as obras que ele nos legou.

    As grandes obras, sempre observei, trazem com elas mensagens de grande alcance e visão.
    A paciência de Moisés diante de atos equivocados do povo, adorando um bezerro de ouro, quandoele trazia em seus braços a tábua com os Dez Mandamentos, é o foco mais importante, pois esses permaneceram até hoje no coração dos seres humanos, enquanto o bezerro pode até existir no coração daqueles que amam a matéria.
    Ótimo texto!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Ed

      Não consigo acreditar como um artista possa ter feito trabalhos no mármore tão maravilhosos quanto os de Michelangelo.
      Moisés é de uma beleza incomparável.

      Os bens materiais sempre manipularão a pureza da alma humana.
      Pois, quem mais tem, mais deseja.
      O bezerro de ouro é símbolo da materialidade.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *