RELIGIÃO X ESPIRITUALIDADE

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de Pierre Teilhard de Chardin*

A religião não é apenas uma, são centenas.
A espiritualidade é apenas uma.

A religião é para os que dormem.
A espiritualidade é para os que estão despertos.

A religião é para os que necessitam que alguém lhes diga o que fazer e querem ser guiados.
A espiritualidade é para os que prestam atenção à sua Voz Interior.

A religião tem um conjunto de regras dogmáticas.
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, a questionar tudo.

A religião ameaça e amedronta.
A espiritualidade dá-lhe paz interior.

A religião fala de pecado e de culpa.
A espiritualidade diz-lhe: “aprenda com o erro”.

A religião reprime tudo, e te faz falso.
A espiritualidade transcende tudo, e te faz verdadeiro!

A religião não é Deus.
A espiritualidade é Tudo e, portanto, é Deus.

A religião inventa.
A espiritualidade descobre.

A religião não indaga nem questiona.
A espiritualidade questiona tudo.

A religião é humana, é uma organização com regras.
A espiritualidade é Divina, sem regras.

A religião é causa de divisões.
A espiritualidade é causa de união.

A religião busca-o para que acredite.
A espiritualidade você tem que buscá-la.

A religião segue os preceitos de um livro sagrado.
A espiritualidade busca o sagrado em todos os livros.

A religião alimenta-se do medo.
A espiritualidade alimenta-se na confiança e na fé.

A religião faz viver no pensamento.
A espiritualidade faz viver na consciência.

A religião ocupa-se com o fazer.
A espiritualidade ocupa-se com o ser.

A religião alimenta o ego.
A espiritualidade faz-nos transcender.

A religião faz-nos renunciar ao mundo.
A espiritualidade faz-nos viver em Deus, não renunciar a Ele.

A religião é adoração.
A espiritualidade é meditação.

A religião sonha com a glória e com o paraíso.
A espiritualidade faz-nos viver a glória e o paraíso aqui e agora.

A religião vive no passado e no futuro.
A espiritualidade vive no presente.

A religião enclausura nossa memória.
A espiritualidade liberta nossa consciência.

A religião crê na vida eterna.
A espiritualidade faz-nos conscientes da vida eterna.

A religião promete para depois da morte.
A espiritualidade é encontrar Deus em nosso interior durante a vida.

Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual.
Somos seres espirituais passando por uma experiência humana…

* Ele foi padre jesuíta, teólogo, filósofo e paleontólogo francês, que tentou construir uma visão integradora entre ciência e teologia.

12 comentários sobre “RELIGIÃO X ESPIRITUALIDADE

  1. Glaucia Mara

    Lu
    Muito bom o texto do Chardin. Refletir sempre, questionar com sabedoria e deixar as portas sempre abertas ao difetente. Acima de tudo, respeitar opiniões diversas.

    Abraços,

    Glaucia

    Responder
  2. Leila

    Lu

    A espiritualidade é o alimento da alma, edifica, energiza. A religião põe parâmetros à espiritualidade e poda o seu fluir.

    Abraços,

    Leila

    Responder
  3. Rodolpho Caniato Autor do post

    Prezada LU,
    Lu

    Num momento de grande prestígio minhas ideias “subversivas” foram comparadas com T. de Chardin. Parabéns pelas incursões em textos diversificados pela forma e pelas palavras “inventadas”, em tema geralmente tido como “escabroso”: interessante, original.

    Não sei se quando enviei o “Corrupira” também foi o “Abrindo as asas”. Lá existe um trecho que tem a ver com coisas menos “elegantes”
    Abraço
    Rodolpho Caniato

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Caro Professor Caniato

      Não tenho a menor dúvida de que suas ideias são semelhantes às de Chardin. Seus textos brilhantes e humano, publicados neste espaço, provam-no. Eles não falam de utopia, mas de vida plena.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  4. Paulo Valença

    Lu,
    Como sempre, você com a inteligência e a cultura por todos nós conhecida e admirada, nos apresenta um excelente texto do Chardin.
    Quanta verdade, que nos faz refletir ante o poder de ser uma mente sábia!

    Abraço,
    Paulo Valença

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Paulo Valença

      Não pense que me esqueci de você. Dentre os amigos do “Alma Carioca”, você é um dos que povoam minhas lembranças. Obrigada por seu comentário neste texto maravilhoso do Pierre Chardin. Espero que continue escrevendo seus livros.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  5. Cristina Lacerda

    Muito sábio! Quase perfeito! Mas vou dar o meu toque: “A religião é humana, é uma organização com regras. A espiritualidade é Divina, sem regras.” A espiritualidade é Divina e a regra é o AMOR.

    Abraços, Lu e saudades!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Cris

      Em assim sendo, fico com a espiritualidade, pois as regras costumam atingir alguns poucos, enquanto os privilegiados ficam acima delas.

      Beijos,

      Lu

      Responder
  6. Adevaldo Souza

    Lu,
    Gostei do texto sobre as ideias do Chardin, principalmente quando afirma: “A religião ameaça e amedronta. A espiritualidade dá-lhe paz interior”. Considero a espiritualidade importante, mas a religião tem sua importância, pois pode colocar freio na espécie humana desumana. O que você acha da religião com espiritualidade?

    Abraço,

    Devas

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Devas

      A espiritualidade pode muito mais botar limites na espécie humana, pois, as transformações impostas por ela, vêm de dentro para fora. O que chega até nós pelo exterior pode ser facilmente apagado, mas o que vem de dentro fica tuatuado para sempre. O ideal é que a religião trabalhasse apenas com a espiritualidade.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *