Cassat – MULHER COM COLAR DE PÉROLAS…

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

 A pintora estadunidense Mary Cassat (1844 – 1926) mudou-se para a França em busca de melhores oportunidades em sua arte, uma vez que em seu país as convenções burguesas eram desfavoráveis a seu trabalho. Em Paris ela continuou a sua aprendizagem artística e também passou a expor suas obras no Salon, sendo também a única mulher estadunidense a participar das exposições impressionistas. Isso deveu, sobretudo, a Edgar Devas – seu amigo e mentor – responsável por inseri-la no grupo dos impressionistas. Seus temas prediletos eram os teatros e a Ópera de Paris, interessando-se principalmente pelas mulheres – ansiosas para se exibirem – que iam a tais lugares, servindo o teatro apenas como pano de fundo.

A composição intitulada Mulher com Colar de Pérolas no Camarote é uma obra da pintora, vendido ao ser exposto na quarta exposição impressionista. Sua obra retrata uma jovem e bem vestida espectadora no teatro, usando um colar de pérolas rente ao pescoço, responsável por dar título ao quadro. Ela é posicionada em primeiro plano, ocupando grande parte da tela. Seu corpo está voltado para o espectador, mas sua cabeça encontra-se levemente direcionada para a sua esquerda. Na mão direita enluvada, descansando no colo, ela segura um leque fechado.

Atrás da mulher com colar de pérolas, sentada numa cadeira vermelha de braços, há um grande espelho, como mostram suas costas nele refletido. Em um dos camarotes refletidos no espelho há muitos espectadores. Ela os observa em vez de olhar para o palco. O lustre posicionado no canto superior esquerdo da tela ilumina a mulher em primeiro plano, como também é responsável, através de seu reflexo, por criar uma iluminação vinda de trás. Seus delicados ombros nus e sua luva branca destacam-se com a iluminação. 

A retratada tem sido muitas vezes citada como sendo Lydia – irmã da pintora. Os efeitos da iluminação mostra a influência que Edgar Degas teve sobre Cassat, principalmente no que diz respeito aos resultados de uma iluminação artificial em tons de carne. A pincelada descontraída e a construção espacial da pintura tornaram-na muito apreciada pelos críticos.

Ficha técnica
Ano: 1879
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 81,3 x 59,7 cm        
Localização: Museu de Arte, Filadélfia, EUA

 Fontes de Pesquisa:
Impressionismo/ Editora Taschen
https://www.philamuseum.org/collections/permanent/72182.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *